Prefeitura realiza entrega de calcário para agricultores

30 famílias fizeram o cadastro e estão começando a receber o produto

Por
· 1 min de leitura
Foto: Diogo Zanatta/PMPFFoto: Diogo Zanatta/PMPF
Foto: Diogo Zanatta/PMPF
Você prefere ouvir essa matéria?

Nessa semana, a Prefeitura de Passo Fundo iniciou o processo de distribuição de calcário dolomítico aos agricultores que se cadastraram para receber o produto, adquirido por meio da Consulta Popular 2019/2020 e de convênio celebrado entre o Governo do Estado, através da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, e o município de Passo Fundo.

Foram adquiridas pelo governo do Estado, com contrapartida do município, 233 toneladas de calcário dolomítico com PRNT acima de 90%, que beneficiará aproximadamente 30 agricultores familiares que trabalham diretamente com horticultura. O uso do calcário é para a recuperação da fertilidade do solo, corrigindo a acidez e melhorando o índice de nutrientes, o que resulta em aumento de produtividade e qualidade.

O projeto desse convênio está na fase de finalização das interpretações das análises de solo para, em seguida, ocorrer a distribuição do calcário aos agricultores, informa o secretário de Interior, Cristiam Thans. “Cada agricultor poderá receber até oito toneladas de calcário. A quantidade distribuída será justificada pela análise de solo e recomendação técnica. Esses 30 agricultores foram cadastrados no ano passado e agora foram beneficiados”, explica o secretário.

A distribuição começou a ser realizada no distrito de São Roque, na localidade de Capão Bonito, prossegue ainda em São Roque e Bom Recreio. Para o proprietário rural, Marcos Nadal, a aquisição e vinda do calcário vai ajudar muito na horta dos produtos que são comercializados pela família na feira do Produtor.

O calcário a ser distribuído não terá custo ao agricultor. O agricultor só terá o custo da análise de solo, através de convênio com a Emater e o Laboratório Labfertil (Laboratório de Análise de Solos, Fertilizantes e Plantas).


Gostou? Compartilhe