FUPF reduziu mais de 680 toneladas de CO2 nos últimos anos

Instituição recebeu Certificado de Energia Renovável 2021 pelo seu trabalho em busca da redução de emissão de gases de efeito estufa

Por
· 1 min de leitura
Os indicadores de sustentabilidade conquistados representam o compromisso da FUPF com a sustentabilidade ambiental (Foto: Natália Fávero/UPF)Os indicadores de sustentabilidade conquistados representam o compromisso da FUPF com a sustentabilidade ambiental (Foto: Natália Fávero/UPF)
Os indicadores de sustentabilidade conquistados representam o compromisso da FUPF com a sustentabilidade ambiental (Foto: Natália Fávero/UPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

Mais uma vez, a Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF) foi reconhecida pelo uso de energia de fonte renovável. Desde 2018, a Instituição utiliza somente energia elétrica proveniente de fonte limpa, totalmente renovável e que não agride o meio ambiente. Com isso, a FUPF reduziu mais de 683,411 toneladas de CO2 (tCO2) em emissões, sendo cerca de 216,483 tCO2 só em 2020. Por isso, a FUPF foi reconhecida pelo trabalho realizado para redução de emissão de gases de efeito estufa e recebeu o Certificado de Energia Renovável 2021 da Ludfor Energia Ltda.

A energia elétrica consumida pela Instituição é proveniente de usinas de fontes incentivadas pelo governo federal (eólica, solar, biomassa e hidrelétricas), com o objetivo de obter uma matriz energética ambientalmente limpa e sustentável. Os dados dos cálculos de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) seguem as reconhecidas metodologias internacionais para esse fim, em especial o GHG Protocol Corporate Standart da The Green House Gas Protocol Iniciative e o Intergovernamental Panel on Climate Change (IPCC).

Os indicadores de sustentabilidade conquistados representam o compromisso da Instituição com a sustentabilidade ambiental, que fazem parte da sua Política de Responsabilidade Social e do Plano de Desenvolvimento Institucional. “A Instituição vem trabalhando intensamente para implementar práticas sustentáveis por meio de ações de eficiência e sustentabilidade energética, com o uso de fontes alternativas, limpas e renováveis, contribuindo para a redução do consumo e desperdício de energia elétrica e, consequentemente, com o meio ambiente”, destaca o vice-reitor Administrativo da UPF, professor Dr. Antônio Thomé.


Benefícios com a redução

A redução de 216,483 toneladas de CO2 em emissões no ano de 2020 equivale a 5.982 mudas de árvores conservadas por 20 anos; 2.151 veículos leves à gasolina percorrendo 500 km; 539 transportes rodoviários de uma tonelada de carga percorrendo um trajeto de 500km; e 92 toneladas de papel/papelão enviadas para aterro sanitário.

Segundo o responsável técnico do setor de Sistemas Elétricos da Divisão de Infraestrutura e Logística da UPF, engenheiro elétrico Rangel Casanova Daneli, a certificação reconhece o trabalho que a Instituição vem realizando na busca da sustentabilidade e da eficiência energética em suas infraestruturas. “Esse projeto de compra de energia diretamente de fontes limpas e renováveis propicia significativos ganhos sociais, econômicos e ambientais, atendendo aos três pilares da sustentabilidade. Como sociedade, precisamos mudar nossos hábitos e processos, sempre visando a melhor convivência com o nosso planeta”, enfatiza Daneli.

Gostou? Compartilhe