Escola de Educação Infantil do Bairro Lucas Araújo passará a ser administrada pelo município

Instituição deverá atender mais de 100 crianças ainda neste ano

Por
· 1 min de leitura
O local passará por revitalização e limpeza (Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)O local passará por revitalização e limpeza (Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)
O local passará por revitalização e limpeza (Foto: Michel Sanderi/Divulgação PMPF)
Você prefere ouvir essa matéria?

Em breve, o município terá uma nova escola de Educação Infantil: a EMEI Santa Isabel. A instituição, situada no Bairro Lucas Araújo, ocupará um prédio onde funcionava uma unidade privada com o mesmo nome, que foi desativada no fim do ano passado. Neste momento, são realizados os últimos ajustes para que famílias do entorno possam matricular as crianças.

A ocupação do espaço pela educação municipal levará uma alternativa para os moradores. “A escola Santa Isabel era gerida por uma instituição filantrópica e, em 2020, por conta da pandemia, acabou fechando as portas. Os 100 alunos que estudavam no local precisaram ir para outras escolas, mais longes de suas casas, e agora eles terão a oportunidade de retornar”, afirmou o prefeito Pedro Almeida.

A escola Santa Isabel está localizada em um terreno que foi cedido pelo Município à Obra Social do Hospital São Vicente de Paulo em 1974. No ano de 2012, a instituição fez a concessão da área para a Congregação de Nossa Senhora, que passou a atender as crianças com bolsas de estudo. Com a pandemia e as dificuldades para manter o local em funcionamento, a escola foi encerrada e o terreno devolvido. A Obra Social dos vicentinos, após reuniões com os moradores, decidiu retornar a área em que fica a instituição para a Prefeitura, possibilitando que a unidade seja reaberta para a comunidade.

Conforme o secretário de Educação, Adriano Canabarro Teixeira, falta pouco para que a escola efetive o reinício das suas atividades. “A partir de um Termo de Cooperação, nós já estamos com as chaves e realizaremos a revitalização e a limpeza do local, uma vez que o prédio estava fechado. Assim que os professores forem nomeados, o que pretendemos que ocorra o mais rápido possível, as atividades serão iniciadas”, destacou.

Neste momento, em paralelo às configurações da escola e ao processo de nomeação dos profissionais, a Secretaria de educação está organizando as inscrições e solicitações de transferências para a instituição. A expectativa é de que os alunos possam voltar ao local ainda neste ano.

Gostou? Compartilhe