Tempo continua instável até terça-feira

Em 17 dias, acumulado de chuva em janeiro já chegou a 114mm

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

As pancadas de chuva, que têm feito parte da rotina dos passo-fundenses nos últimos dias, não devem ir embora tão cedo. De acordo com o observador meteorológico da Embrapa Trigo/Inmet, Ivegndonei Sampaio, a previsão é de predominância das áreas de instabilidade sobre o Rio Grande do Sul até, pelo menos, a próxima terça-feira (22). Os dias quentes também devem se repetir, mas com menor intensidade a partir da noite desta sexta-feira (18), quando as temperaturas máximas entram em declínio.

 

Embora o Instituto Nacional de Meteorologia afirme que o El Niño atuará no país neste verão, Sampaio analisa que as chuvas recorrentes registradas em janeiro não são necessariamente um indício deste fenômeno. Isto porque, além do aquecimento fora do comum das águas superficiais do Oceano Pacífico Equatorial, os efeitos do El Niño na região Sul do Brasil incluem também manifestações de chuvas torrenciais, significativamente acima das médias históricas - algo que, por enquanto, não aconteceu. Até o momento, foram registrados 114mm de chuva em Passo Fundo. O índice representa em torno de 75% da média histórica para o mês, que é de 150mm. Portanto, está dentro do padrão.

 

“Os institutos meteorológicos seguem afirmando que haverá atuação do El Niño, com intensidade fraca, principalmente nos meses de janeiro e fevereiro. Se isso se confirmar, na nossa região as chuvas ficariam um pouco acima da média. Ainda não é possível afirmar que essas chuvas que vêm acontecendo sejam resultado do fenômeno. Não foram chuvas bem distribuídas. Elas foram por vezes fortes, mas sempre de rápida passagem e em pontos isolados”, esclarece o observador meteorológico.

 

Previsão para os próximos dias
Neste sábado, a instabilidade pode se manifestar principalmente à tarde e à noite. A previsão indica possibilidade de pancadas de chuva por vezes fortes, em pontos isolados da região. No domingo, de céu nublado a encoberto, a precipitação deve aparecer nos mesmos períodos de sábado e as temperaturas ficam entre 18°C e 24°C. Na segunda e terça-feira, repetem-se as pancadas de chuva e a mínima de 18°C. A máxima, no entanto, sobe para 25°C e 28°C, respectivamente.

 

Alerta
A Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), alertou em nota a previsão de formação de um sistema frontal sobre a região Sul do Brasil, que poderá provocar ventos fortes, de direção Sudeste a Nordeste, com intensidade de até 80 km/h, com rajadas, nas proximidades do litoral do estado do Rio Grande do Sul, entre sexta-feira (18) e sábado (19), pela manhã. No mesmo período, esses ventos poderão gerar ondas de Sudeste a Leste entre 3 e 5 metros nas proximidades do litoral ao sul de Tramandaí. Há ainda a possibilidade de ressaca com ondas de Sudeste a Leste de até 3 metros no litoral entre Chuí e Torres.

Gostou? Compartilhe