Apace produz pães para doar às comunidades carentes

Iniciativa visa amenizar os impactos alimentares durante a pandemia de coronavírus

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Em períodos históricos, como os de pandemia, a farinha, o sal e o açúcar são fundamentais quanto as máscaras de proteção e o álcool em gel. Amenizar os impactos alimentares nas famílias em condição de vulnerabilidade social se mostra tão importante quanto conter o contágio pelo novo coronavírus, e uma iniciativa desenvolvida pela Associação Passo-Fundense de Cegos (APACE) visa produzir pães caseiros para garantir, momentaneamente, o alimento nas famílias com rendas mais baixas do município.
Desde a semana passada, um mutirão de voluntários iniciou uma campanha virtual para arrecadar os ingredientes básicos para a receita. Além dos itens já mencionados, os saquinhos plásticos para embalagem e a gordura, que confere maciez ao pão, integravam a breve lista de solicitação. A resposta à demanda, conforme o presidente da Apace, Fabio Flores, foi “bastante positiva”. “A proposta é ter a entidade como parceira. Necessitamos de apoio, mas também podemos apoiar”, afirmou ele enquanto ainda fazia a contagem dos donativos, na segunda-feira (6).
No decorrer dos próximos dias, uma dupla de padeiros deve se revezar em turnos diferentes, garantindo a segurança biológica, para produzir cerca de 100 pães a serem destinados, prioritariamente, às famílias assistidas pela entidade. “Nessa condição de quarentena, as pessoas não têm como sair de casa e a pessoa com deficiência visual esteve, historicamente, à mercê da sociedade”, disse ele. Dos 290 deficientes visuais atendidos pela Apace, 90% desse público se encontra em um quadro social vulnerável, segundo ponderou Flores.
Embora a expectativa de produção possa ser ampliada, como admitiu ele, a ideia é estender a doação alimentícia a outras famílias da comunidade. “Temos uma mini-padaria montada dentro da sede que facilita a produção industrial”, explicou Fabio. “O importante é as pessoas colaborarem. Ficando em casa, se puderem”, lembrou.
A entrega dos pães artesanais, de farinha refinada e integral [voltada aos diabéticos], será realizada na sede da Apace, e iniciaram ainda na segunda (6), na rua Morom, 2832, no bairro Boqueirão.

 

Gostou? Compartilhe