Estiagem castiga municípios no Alto Uruguai

Corsan está abastecendo algumas localidades com caminhões-pipa e realizando a perfuração de poços artesianos

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/ON Divulgação/ON
Divulgação/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

O mês de abril está mantendo o índice chuva abaixo da média histórica no norte do Rio Grande do Sul, realidade que se estende desde novembro de 2019. Além das perdas no campo, a falta de chuva traz a preocupação com o abastecimento de água nas cidades da região. Responsável pelo atendimento de 70 cidades do norte do Rio Grande do Sul, a superintendência da Corsan de Passo Fundo está com registro de reservatórios abaixo do ideal em praticamente todos os municípios. 

Para o superintendente, Aldomir Santi, os locais que registram maiores problemas são aqueles localizados na região do Alto Uruguai. Algumas cidades precisam ser abastecidas com caminhões-pipa, já que os poços artesianos, esponsáveis pelo abastecimento, ão estão coma vazão necessária. “As cidades de São Valentim, Erechim, Sananduva, São João da Urtiga, Barão de Cotegipe, seguindo até Lagoa Vermelha e Vacaria, são as localidades que nos trazem uma maior preocupação”, disse ele. Em São Valentim e São João da Urtiga, por exemplo, caminhões -pipa buscam água em estações de tratamento de cidades vizinhas para abastecimento. Outra medida que está sendo adotada de forma emergencial é a perfuração de poços artesianos nas cidades com maiores problemas. “As equipes de trabalho encerraram ontem (domingo) a perfuração de um poço na cidade de Lagoa Vermelha”, disse Santi.

Passo Fundo 

Em Passo Fundo, não há uma grande preocupação com o desabastecimento de água, ou a possibilidade de racionamento. O superintendente destaca que as medidas preventivas adotadas são suficientes para frear a queda no nível dos reservatórios. “Há 45 dias começamos a tomar algumas medidas preventivas, como a transposição de água do rio Jacuí e do Lago da Pedreira. Essas medidas foram suficientes para garantir um nível satisfatório das barragens que abastecem a cidade”, finalizou ele.

Gostou? Compartilhe