Depois de dias de muita umidade, ar frio e seco chega à região

Nos primeiros dez dias do mês de julho, média da umidade relativa do ar ficou 11% acima do normal

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Um ar frio e seco que chegou à região na quarta-feira afastou a nebulosidade e a umidade que marcaram os primeiros dez dias do mês de julho. Essas condições devem permanecer pelo menos até o início da próxima semana. As informações são do observador meteorológico da Embrapa Trigo/Inmet, Ivegndonei Sampaio.


Conforme Sampaio, no mês de julho a média da umidade relativa do ar é de 75%. Nos dez primeiros dias deste mês, ela ficou em 86%, 11% acima do esperado. Também neste período, choveu o 37mm, que equivalem a 23% da média esperada que é de 162mm.


Hoje e amanhã, as condições meteorológicas favorecem a formação de geada ao amanhecer. Porém, conforme Sampaio, elas devem ser de fraca intensidade. Hoje as temperaturas variam entre 3ºC e 15ºC. Amanhã, a mínima fica em 4ºC e a máxima pode chegar aos 18ºC. O Inmet divulgou alerta meteorológico em função das condições propícias à formação de geada para o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.


No sábado a mínima fica em 6ºC e a máxima pode chegar aos 20ºC. No domingo, faz 9ºC e 24ºC. Para o final de semana não há indicativo de chuva. A próxima semana inicia com mínima de 11ºC e máxima que pode chegar aos 22ºC. Ainda na segunda-feira a nebulosidade já deve aumentar. Sampaio destaca que não há previsão de temperatura negativa pelo menos até o dia 25. Na próxima semana também não deve ocorrer frio intenso, a menos que a instabilidade traga muita chuva, o que pode derrubar as temperaturas.

Gostou? Compartilhe