Mais de 60 trabalhos científicos estão inscritos

O grande objetivo do encontro é atuar na conservação do pinheiro-brasileiro e das Florestas com Araucárias

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O III Seminário Sul Brasileiro sobre a Sustentabilidade da Araucária encerrou o período de submissão de trabalhos científicos com a inscrição de 64 trabalhos, oriundos de universidades do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, e também da Argentina, em especial da província de Misiones que também abriga Florestas com Araucárias.

 

Com temas focais que abordam as cadeias produtivas da Araucária, conservação e biodiversidade, inovação, uso sustentável, educação, legislação e políticas públicas, o evento, que será realizado na Universidade de Passo Fundo (UPF), de 23 a 25 de maio, é composto por palestras, mesas redondas, trabalhos técnicos, oficinas e debates que tem como tema a conservação e o uso sustentável do pinheiro-brasileiro e das florestas com araucárias.

 

A Comissão Científica coordenada pelo professor Dr. Cristiano Buzatto realizou a leitura e análise dos manuscritos, encaminhando alguns para adequações, e praticamente todos foram aceitos para apresentação e publicação no livro dos Anais do evento. A Comissão Científica selecionou 18 trabalhos para serem apresentados na forma oral, e os demais serão apresentados na forma de pôster, todos contemplando uma ou mais das áreas temáticas do evento, entre elas, áreas de Conservação e Biodiversidade, Produção e Cadeias Produtivas, Inovação, Política e Legislação, além de Educação.

 

Sustentabilidade da Araucária

O III Seminário da Araucária é uma promoção de vários programas de pós-graduação de universidades do sul do Brasil a exemplo da UPF, UFSM, UDESC, UFSC, UFPR e da Secretaria Estadual do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Rio Grande do Sul, e tem como realizador o Projeto Charão, desenvolvido pelo Instituto de Ciências Biológicas da UPF e pela Associação Amigos do Meio Ambiente (AMA).

 

Conforme o coordenador do evento, professor Jaime Martinez, o grande objetivo do encontro é atuar na conservação do pinheiro-brasileiro e das Florestas com Araucárias, tanto na proteção integral através das áreas naturais protegidas, como na conservação pelo uso sustentável das florestas, e pela produção na formação de pomares de Araucária, também debatendo temas de inovação, com destaque para as tecnologias voltadas ao processamento do pinhão como alimento para a população. As inscrições para o maior evento no Brasil sobre as Florestas com Araucárias ainda podem ser realizadas pelo site upf.br/araucaria.

Gostou? Compartilhe