Primeira grande onda de frio chega no fim de semana

Passando pelo Rio Grande do Sul, frente fria irá avançar pelo Brasil e também por outros países da América do Sul

Escrito por
,
em
Hora de tirar os agasalhos do guarda-roupas

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Chegou a hora de os casacos do guarda-roupas. O fim de semana recebe a primeira grande onda de ar frio do ano. A queda da temperatura acontece através de uma área de instabilidade que chegou no Rio Grande do Sul ainda manhã de sexta-feira. O dia também ficou marcado por uma grande chuva. Até às 15h da tarde, havia chovido 24mm, o que representa 50% do total registrado no mês de maio em Passo Fundo. A frente fria também se espalha pelo Brasil e outros países da América do Sul, como Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Peru.

 

O sábado amanhece bastante encoberto por nuvens. De manhã possibilidade de nevoeiro e uma pequena garoa. À tarde, o sol desponta entre as nuvens. A temperatura entra em ligeiro declínio durante à noite, quando, devido a entrada de um ar seco de origem polar, pode atingir a miníma de 10ºC. No domingo à tarde, com poucas nuvens, os termômetros podem marcar 5ºC, mas sem possibilidade de chuva. Na segunda-feira o céu permanece parcialmente nublado, enquanto a temperatura mínima marca 6ºC e a máxima 16ºC. Na terça-feira, a previsão é de uma pequena elevação na temperatura.

 

Durante o mês de maio, a temperatura mínima geralmente se mantém na casa dos 5ºC. No ano passado, atingiu 7ºC – nos últimos 38 anos, a mais baixa registrada foi de -1ºC em 2007. A máxima, por sua vez, alcançou 27ºC em 2017, enquanto em 2018 já chegou a marcar 29ºC.

 

Geada

“Para que ocorra a formação de geada, no sábado à noite precisa ter ausência de vento e no domingo a temperatura precisa ficar abaixo dos 5ºC. Se isso ocorrer, vamos ter a formação de geada fraca, aquela que ocorre mais nas baixadas”, explica o observador meteorológico da Embrapa Trigo/Inmet, Ivegdonei Sampaio. Para nevar, a temperatura precisa atingir 3ºC, o que é pouco provável que aconteça em Passo Fundo.

 

Ventos

Também existe a possibilidade de intensificação dos ventos na região sul do Brasil. Toda frente fria possui um ciclone extratropical e dependendo da posição e intensidade pode provocar fortes ventanias. O ciclone estará posicionado perto da costa gaúcha, o que deverá causar ventos fortes no RS, SC e PR. No entanto, Passo Fundo.

 

Brasil

As baixas temperaturas não serão exclusividade do Rio Grande do Sul. A frente fria se espalha em direção ao sudeste, centro-oeste, norte do país e atingindo até os estados de Rondônia e Acre. “Como ele é imenso, pega todo o Rio Grande do Sul, Paraná, uma parte do Mato Grosso do Sul e depois entra em São Paulo. Muitas vezes, quando acontece isso, baixa bastante também no Rio de Janeiro”, completa Sampaio.

 

Além de significativa mudança de temperatura, a região sudeste, centro-oeste, norte do país também tem previsão de chuva. Em algumas localidades até mesmo com chance de temporais, principalmente no centro-sul do país. Neve, somente com possibilidades em áreas da serra gaúcha e catarinense durante o sábado à tarde e manhã de domingo. As menores temperaturas do ano devem ser registradas na segunda-feira.

Gostou? Compartilhe