UPF entrega projeto de carro elétrico a empresário

O empresário João Alfredo Dresch recebeu das mãos do reitor, José Carlos Carles de Souza, o projeto final do carro elétrico-motorizado JAD2, idealizado por ele

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?
Chegou à etapa final o sonho do inventor João Alfredo Dresch de desenvolver o seu segundo carro elétrico-motorizado. Na tarde dessa terça-feira, 10 de abril, ele recebeu das mãos do reitor da Universidade de Passo Fundo (UPF), professor José Carlos Carles de Souza, o projeto final do JAD2. O encontro teve a participação do coordenador do UPF Parque, Charles Israel, e do coordenador do projeto de extensão, Moacyr Carlos Gomes, além de professores e acadêmicos que também participaram do desenvolvimento do projeto. 
 
Desde setembro de 2016 a UPF e a empresa de Dresch mantêm um contrato de cooperação para a fabricação em escala do carro elétrico. O trabalho foi desenvolvido por uma equipe multidisciplinar que envolveu os cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Civil, Engenharia Química, Fabricação Mecânica, Design de Produto, Ciência da Computação e Engenharia da Computação. De acordo com o coordenador do projeto de extensão, foram cerca de 16 acadêmicos e 12 professores envolvidos. “Quando nos passaram esse trabalho, nós achamos importante convidar todas as áreas a participarem, porque cada uma tem sua particularidade e poderia fazer sua contribuição. Levamos um ano para desenvolver o projeto, trabalhamos bastante, os alunos tiveram uma grande contribuição e hoje temos um resultado excelente”, destacou o professor Gomes. 
 
O trabalho foi realizado por meio do Parque Científico e Tecnológico UPF Planalto Médio (UPF Parque), que funcionou como elemento agregador entre o ambiente acadêmico e a empresa JAD. “Nós fizemos duas coisas muito importantes: desenvolvemos um protótipo que está funcionando e criamos um projeto conceitual para que seu João possa, como empresário, apresentar uma realidade do mercado e assim atrair investidores. Hoje nós estamos entregando algo que atende às necessidades do mercado”, explicou o coordenador do UPF Parque.
 
Durante o encontro, o reitor da UPF parabenizou o trabalho desenvolvido por toda a equipe e ressaltou a importância do UPF Parque na viabilização de iniciativas como a de Dresch. “Nós temos na Instituição um espaço adequado, inclusivo, um espaço para olhar para o futuro. Hoje estamos vendo o resultado de uma obra coletiva e isso é histórico. Independentemente do que vai acontecer daqui para frente, esse projeto é a realidade do seu João e é assim que se faz uma universidade, de sonhos e de propósitos de muitas pessoas”, disse o professor José Carlos. 
 
Morador de Lajeado, Dresch desenvolveu, por conta própria, há seis anos o JAD1, primeiro carro elétrico a ser emplacado no Brasil. Para o JAD2 a expectativa do empresário é colocá-lo em uma linha de montagem e vê-lo, o mais breve possível, no mercado. “Eu já estava contente quando a parceria iniciou, agora estou ainda mais feliz pelo apoio que o reitor me deu e toda a equipe que trabalhou nesse projeto. Quero colocar esse segundo carro rodar o quanto antes. Isso é um sonho para mim”, enfatizou. O JAD2 possui 2,45m de comprimento e 1,15m de largura. O modelo foi equipado com seis baterias, que lhe dão autonomia para percorrer até 150 km em uma velocidade que chega a 45km/h.
Gostou? Compartilhe