Vacina está em falta em algumas unidades de saúde

Prefeitura informa que nova remessa deverá ser repassada pelo governo do Estado ainda nesta semana

Escrito por
,
em
Campanha da Vacinação começou no dia 23 de abril em Passo Fundo

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A vacina contra a gripe se esgotou em algumas unidades de saúde de Passo Fundo. O número oficial de postos que estão sem doses não foi informado pela Prefeitura. A imunização, que protege contra os vírus da gripe (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B), é repassa pelo Estado aos Municípios em diversas remessas. Esse é o motivo pelo qual falta vacina em algumas unidades, conforme a coordenadora do Núcleo de Vigilância em Saúde do município, Marisa Zanatta. Até o momento, Passo Fundo recebeu 33 mil doses.


Uma nova remessa está prevista para chegar hoje (3). Marisa explica que assim que a Prefeitura recebe as doses, imediatamente as distribui entre as 24 unidades de saúde. A coordenadora enfatiza que a população não precisa correr. “Estamos em uma campanha tranquila. Não tem surto de influenza aqui em Passo Fundo. No ano passado não tivemos nenhuma morte em virtude da gripe e não registramos nenhuma notificação nesse ano no município”, pontua. A orientação é para que a população, que faz parte do público-alvo da campanha, entre em contato por telefone para saber se há doses antes de se deslocar até o local.

 

Campanha
A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe iniciou no dia 23 de abril no município, acompanhando a mobilização nacional. A meta é vacinar 90% dos grupos prioritários elegíveis pelo Ministério da Saúde, o que representa aproximadamente 63 mil doses de vacina. A população-alvo se divide entre os grupos prioritários, os grupos com comorbidades e os grupos de risco. O acompanhamento individual de contagem é realizado apenas com os grupos prioritários pelas metas que precisam ser cumpridas.


O Programa Vacinação em Casa também iniciou no dia 23, sendo criado pela Prefeitura de Passo Fundo para levar a vacina contra o vírus da gripe até a residência de pessoas com 60 anos ou mais de idade, e que tenham dificuldades de locomoção. O atendimento domiciliar da equipe do programa poderá ser solicitado pelo telefone (54) 3046-0153. O serviço estará disponível nos turnos da manhã e tarde.


Grupos prioritários
Pessoas com 60 anos ou mais de idade;
Crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias);
Gestantes;
Puérperas (mulheres até 45 dias após o parto);
Trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas;
Povos indígenas;
Grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
População privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Gostou? Compartilhe