Vacinação em Casa inicia atendimentos

Programa beneficia pessoas com dificuldade de locomoção

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Em busca de qualificar o atendimento de saúde às pessoas que apresentam dificuldade de locomoção, especialmente os idosos, e precisam ser imunizadas contra o vírus da gripe, o Programa Vacinação em Casa iniciou nesta semana.

Solicitando o serviço há dois anos o programa criado pela Prefeitura de Passo Fundo, Ironi de Lurdes Lopes, de 61 anos, tem dificuldade para sair de casa por problemas de saúde. “Ligo sempre para vocês [equipe do programa] porque não consigo ir até o CAIS. Às vezes tem carro para me levar, outras não, mas não consigo caminhar. Fico faceira porque não preciso sair”, contou ela sobre o Vacinação em Casa.

Mesmo que a iniciativa atenda em sua maioria idosos, outras situações também ganham a atenção do programa. Um exemplo é o caso de um deficiente auditivo e visual que está no grupo prioritário devido à obesidade. Sua tutora, Loreni de Fátima Ferreira, relata a dificuldade de locomoção como a principal causa para acionar o Vacinação em Casa. “Para nós é muito importante. Como ele tem dificuldade de se locomover não tenho como tirar ele de casa, seria um transtorno devido à situação. Só tenho a agradecer esse trabalho planejado na nossa cidade para beneficiar pessoas que não podem sair de casa”, disse ela.

Como solicitar o Vacinação em Casa?
O programa foi criado para levar a vacina contra o vírus da gripe até a residência de pessoas com 60 anos ou mais de idade, e que tenham dificuldades de locomoção, ou ainda, de pessoas mais jovens que se encontram nos grupos indicados para receber a vacina, mas não conseguem sair de casa por alguma enfermidade ou dificuldade de locomoção.

O atendimento domiciliar pode ser solicitado pelo telefone (54) 3046-0153. O serviço está disponível nos turnos da manhã e tarde.

Quem deve procurar a vacina?
Pessoas com 60 anos ou mais de idade;
Crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias);
Gestantes;
Puérperas (mulheres até 45 dias após o parto);
Trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas;
Povos indígenas;
Grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
População privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Gostou? Compartilhe