Vitória transformada em solidariedade

A história da jovem, de 15 anos, que venceu o câncer por duas vezes e agora compartilha solidariedade

Escrito por
,
em
Victória arrecadou e entregou toucas, luvas e mantas

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Empatia, segundo o dicionário, é a capacidade de se identificar com outra pessoa, de sentir o que ela sente, um processo de identificação em que o indivíduo se coloca no lugar do outro e, com base em suas próprias suposições ou impressões, tenta compreender o comportamento do outro. No Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo, vemos diariamente essa palavra sendo colocada em prática. Profissionais, voluntários tentam compreender a dor do outro para ajudar. Mas, nesta segunda-feira, 23 de julho, os pacientes do Instituto do Câncer Hospital São Vicente receberam um exemplo fiel e cheio de carinho, que explica muito a palavra empatia. A jovem Victória Bortolini, 15 anos, entregou toucas, mantas e lenços arrecadados na campanha “A vitória da Victória transformada em solidariedade”.

 

O projeto, criado pela jovem que já enfrentou o câncer duas vezes e fez tratamento no Centro Oncológico Infantojuvenil, nasceu ainda quando ela fazia tratamento no hospital e agora recuperada, ela pôde colocar a ideia em ação. “Quando estava no hospital sempre via as pessoas fazerem ações, doações e eram coisas que me ajudavam muito. Então pensei, quero fazer também. Quando melhorei, mesmo com receio pois, minha cidade é pequena, iniciei as arrecadações com a ajuda da Janice Pozebom. Distribuímos os pontos de arrecadações pela cidade e as pessoas foram doando. A cada ponto onde passava via que estava muito enganada, e que sim, minha cidade era muito solidária”, comenta Victória.

 

Ao contar sua trajetória de quimioterapias, radioterapias, tratamento e a ideia da campanha, muitos pacientes se emocionaram. Victória foi entregando as doações de um a um e além de aquecer com as peças, distribui abraços que levaram esperança e carinho. “Foi uma emoção sem tamanho ou explicação. Ver o sorriso das pessoas que entreguei as doações e ganhar aquele abraço sincero e cheio de carinho não tem preço. Me senti a pessoa mais feliz e realizada do mundo, com um sentimento enorme de gratidão pela vida e por tudo que passei”, destaca a jovem.

 

Doações que são auxílio no tratamento

Assim como Victória, muitas pessoas trazem suas doações até o Centro Oncológico Infantojuvenil do HSVP. Toucas, luvas, mantas, brinquedos, lenços, mechas de cabelo e muitos outros. Cada doação é especial e recebida com carinho pelos pacientes. Por isso, a equipe do Centro agradece a todos pelo gesto de empatia e solidariedade.

Gostou? Compartilhe