Cotrijal lidera ação para cobrar medidas de apoio aos produtores

Documento elaborado durante a Expodireto foi encaminhado para a ministra da Agricultura, Tereza Cristina

Por
· 1 min de leitura
Crédito:

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Durante a Expodireto, realizada na smena passada, em Não-Me-Toque, a Cotrijal mobilizou autoridades políticas estaduais e federais, junto com as entidades representativas do cooperativismo e da agricultura, para alinhar ações e para cobrar medidas de enfrentamento da estiagem, que, dependendo da região, já causou perdas significativas na safra de verão.

Duas reuniões foram realizadas, que culminaram com a decisão de levar um documento conjunto à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, entregue ontem, com as reivindicações do setor para amenizar os efeitos da quebra de produção.
O presidente da Cotrijal, Nei César Manica, disse no encerramento da feira que todos os esforços estão sendo feitos para que o governo entenda a necessidade de adotar medidas imediatas. “A atividade agrícola é dependente do clima e depois de várias safras recordes, este ano, teremos produção menor. A exemplo do que sempre fizemos, estamos junto com o produtor. Buscando o amparo do governo, e também fazendo a nossa parte internamente, para que se consiga o melhor resultado”, destaca.

Ele lembra ainda que o PIB do agronegócio tem puxado o crescimento do PIB nacional. E o entendimento é de que o setor precisa ter olhar diferenciado do governo. “Sustentamos a economia brasileira e vamos defender ações específicas que ajudem o campo e quem depende dele”, afirma Manica.
“É uma questão de justiça com o produtor gaúcho, responsável por garantir alimento saudável na mesa do consumidor”, defende o vice-presidente da Cotrijal, Enio Schroeder.

Gostou? Compartilhe