Egresso da primeira turma de medicina da UPF palestra sobre os 50 anos do curso

Médico Luiz Sérgio Fragomeni lembrou da primeira aula proferida pelo professor Sabino Arias, em 1970

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

 

“A porta está aberta, mas a viagem não é de graça”. A frase traduzida da música de Bruce Springsteen encerrou o resgate histórico dos 50 anos da Faculdade de Medicina (FM) da UPF feito pelo egresso da primeira turma Luiz Sérgio Fragomeni e foi repleta de significados. Ao relembrar a primeira aula proferida em 1970 pelo então professor Sabino Arias, Fragomeni contou a trajetória da FM da UPF e da medicina passo-fundense. Aliando conhecimento e bom-humor, também levou os atuais estudantes a pensarem sobre a profissão que escolheram. A programação alusiva aos 50 anos da FM da UPF, contou ainda com o descerramento de uma placa comemorativa pelos 50 anos da primeira aula da Medicina na UPF.

Fragomeni abordou pontos importantes da medicina na atualidade como os avanços tecnológicos e as estruturas de formação, mas deu ênfase à necessidade de os futuros médicos refletirem sobre a relação que terão com seus pacientes e sobre como a medicina é desafiadora. “O universo do cuidar é muito mais abrangente do que curar. Podemos não curar sempre, mas sempre podemos cuidar e diminuir o sofrimento”, pontuou. Ele reforçou que embora os avanços tecnológicos sejam importantíssimos para a medicina, o contato entre médicos e pacientes continua sendo insubstituível.

Ao lembrar momentos importantes da criação do curso de Medicina em Passo Fundo, Fragomeni apresentou aos acadêmicos fotos da antiga estrutura da Faculdade, dos equipamentos trazidos da Alemanha Oriental, e também das comemorações dos aprovados da primeira turma que foram noticiadas pelos veículos de comunicação locais. Lembrou ainda do contexto histórico que o Passo Fundo, o Brasil e o mundo passavam no momento da criação do curso. Contou como eram as aulas de anatomia e cirurgia e também as pesquisas em artigos científicos, que podia demorar meses, antes da facilidade da internet. “Hoje vocês têm a informação na mão de vocês”, comparou. Além de egresso, Fragomeni foi professor e diretor da FM.

Placa comemorativa

Para marcar a data também ocorreu o descerramento de uma placa comemorativa ao 50º aniversário da primeira aula do curso de Medicina. Na placa, fixada na entrada do Auditório Biomédico, consta: “No dia 09/03/1970, este auditório foi palco da primeira Aula Inaugural do Curso de Medicina da Universidade de Passo Fundo, ministrada pelo Dr. Sabino Arias. Hoje, após 50 anos, reconhecemos a competência de toda esta caminhada. 09 de março de 2020”. A solenidade contou com a presença dos egressos da primeira turma de Medicina que, no sábado, 7, participaram da cerimônia de entrega dos jalecos aos calouros ingressantes no curso. https://www.upf.br/noticia/50-anos-medicina-encontro-entre-geracoes Também participaram o diretor da Faculdade de Medicina, Paulo Reichert, o coordenador do curso de Medicina, José Ivo Scherer, professores, estudantes e funcionários.

Gostou? Compartilhe