Programa incentiva produção de olivas

Até o final de 2014, o Rio Grande do Sul contava com aproximadamente 1.400 hectares de área cultivada e cinco fábricas de azeite de oliva em operação.

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Tendo como meta consolidar o cultivo de olivas no Rio Grande do Sul, o governo lançou esta semana o Programa Estadual de Desenvolvimento da Olivicultura – Pró-Oliva. O Programa, que tem apoio da Emater/RS-Ascar, Mapa, Embrapa e prefeituras, visa a expansão e consolidação da olivicultura no Estado, proporcionando suporte em defesa sanitária, pesquisa e assistência técnica, crédito e industrialização. Até o final de 2014, o Rio Grande do Sul contava com aproximadamente 1.400 hectares de área cultivada e cinco fábricas de azeite de oliva em operação. “Hoje, o RS é o maior produtor de oliveiras do país e tem amplo espaço para crescimento. Queremos ampliar a qualidade e a produtividade para fomentar o consumo do nosso produto”, afirmou o secretário Ernani Polo.

A produção gaúcha se concentra principalmente na Campanha e Fronteira Oeste, contando com o envolvimento de aproximadamente 120 agricultores. Segundo dados da Emater/RS-Ascar, a área com a olivicultura está em torno de 1.500 hectares. “O setor tem um pouco mais de 10 anos, já se reinventou e hoje é referência no Brasil. Temos a expectativa de chegar perto dos 2.000 produtores investindo em oliveiras ainda em 2015”, declarou Sartori, ao informar que o sistema bancário assegurou 10 milhões de reais para os próximos anos para o setor.

A Emater/RS-Ascar e o Pró-Oliva
Caberá à Emater/RS-Ascar divulgar o Programa junto aos agricultores assistidos, orientar e assistir tecnicamente os olivicultores e as agroindústrias, apoiar a realização de eventos e capacitações para produtores e técnicos, manter banco de dados com informações sobre a olivicultura no Estado e avaliar, em parceria com as secretarias envolvidas, a evolução dos projetos da área.

A solenidade contou com a presença do governador José Ivo Sartori, dos secretários de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo e da Agricultura e Pecuária, respectivamente, Tarcísio Minetto e Ernani Polo, e do diretor técnico da Emater/RS, Lino Moura, além de autoridades, técnicos e produtores, foram assinados os Termos de Cooperação Técnica para a execução do Programa.

Gostou? Compartilhe