Reforço para a extensão rural

Novas viaturas servirão ao processo de reestruturação da Emater que tem filantropia garantida por mais três anos

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A Emater/RS-Ascar e Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) receberam ontem 48 novas viaturas de um total de 98 que serão entregues. Os veículos reforçarão o trabalho da extensão rural. Já foram adquiridos e entregues pelo Governo 500 veículos, com recursos no valor de R$ 2,7 milhões, captados junto ao Governo Federal por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário, com contrapartida da SDR de R$ 625 mil. O ato ocorreu em frente ao Palácio Piratini.

"A SRD é uma secretaria nova, constituída por nós, e está sendo permanentemente equipada para cumprir suas funções, diretamente vinculadas à agricultura familiar. A Emater é uma instituição que estava praticamente destruída, sem funcionários e sem equipamentos. O ato de hoje praticamente finaliza o grande processo de recuperação que fizemos na Emater, e isso permite a mobilidade dos técnicos em todo o território para que as duas instituições continuem cumprindo as suas funções e valorizando a agricultura familiar", afirmou o governador.

O presidente da Emater e superintendente da Ascar, Lino De Davi, ressaltou que o processo de reestruturação, com a compra de equipamentos e qualificação de recursos humanos, permite que o Estado cumpra a sua missão institucional, executando políticas públicas de extensão rural.
“Proporciona que nossos profissionais tenham muito mais condições de trabalho. Os veículos, para nós, são como computadores para quem está no escritório, já que os técnicos se deslocam até a casa dos agricultores. Agora temos condições objetivas para fazer com que o crédito, a orientação e a pesquisa cheguem efetivamente aos agricultores, melhorando a vida e garantindo a produção de alimentos neste Estado”, destacou.

Para o titular da SDR, Ivar Pavan, um dos grandes desafios para o trabalho no campo é a infraestrutura. “Para que os mais de 2.400 profissionais Emater e os coordenadores regionais da SDR cheguem até a casa do agricultor, é preciso garantir infraestrutura para que o processo de desenvolvimento da agricultura familiar seja pleno. Os veículos são fundamentais para que os técnicos orientem, elaborem e assinem projetos para a expansão do campo”, ressaltou Pavan. O destino das viaturas será as 12 Regionais, que em seguida devem repassar os veículos para os municípios, de acordo com a necessidade de cada um.

Orçamento ampliado
O Governo do Estado faz investimentos inéditos na reestruturação da Assistência Técnica e Extensão Rural - atividade executada pela Emater/RS-Ascar no RS. Com a ampliação de 116% no orçamento, que passou de R$ 133 milhões para R$ 288 milhões, os recursos permitiram ações de desenvolvimento rural sustentável e a inclusão social de 250 mil famílias de agricultores familiares, assentados da reforma agrária, pescadores artesanais, piscicultores, indígenas, quilombolas, cooperativas e agroindústrias familiares, beneficiários do Bolsa Família e RS Mais Igual.

 

 

Gostou? Compartilhe