Salgado Filho morreu em 1950

Candidato a governador do RS foi vítima de acidente aéreo

Por
· 1 min de leitura
Salgado Filho: 1888 ?EUR" 1950Salgado Filho: 1888 ?EUR" 1950
Salgado Filho: 1888 ?EUR" 1950

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Em 30 de julho de 1950, um acidente aéreo no Rio Grande do Sul abalou a vida política nacional com a morte do senador Salgado Filho. Homem forte de Getúlio Vargas, ele era candidato a governador do Rio Grande do Sul pelo PTB. Ironicamente, Joaquim Pedro Salgado Filho foi o primeiro ministro da Aeronáutica (1941-1945) e grande incentivador da aviação brasileira. Gaúcho de Porto Alegre, comandou o Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio de 1932 a 1934. Foi deputado federal e elegeu-se senador pelo Rio Grande do Sul em 1947. Vice-presidente nacional do PTB, em 1950 articulou o apoio do PSD à candidatura de Vargas que foi eleito presidente.

Acidente
Em campanha ao governo gaúcho, Salgado Filho embarcou em Porto Alegre com destino a São Borja, aonde iria encontra-se com Getúlio Vargas. O avião, um Lockheed L-18 Lodestar, era da Savag - Sociedade Anônima Viação Aérea Gaúcha. O bimotor, prefixo PP-SAA, era pilotado pelo fundador da companhia, o Comandante Cramer, quando enfrentou mau tempo sobre o município de São Francisco de Assis. Na tentativa de melhorar a visibilidade com o solo, o avião desceu abaixo da camada de nuvens. Em seguida ocorreu uma colisão contra o solo, que ocasionou a morte de todos os 12 ocupantes.

 

Gostou? Compartilhe