Balcão do Consumidor da UPF oferece dicas para a Black Friday

Projeto da unidade de Casca alerta os consumidores

Por
· 3 min de leitura
(Foto: CardMapr/Unsplash)(Foto: CardMapr/Unsplash)
(Foto: CardMapr/Unsplash)
Você prefere ouvir essa matéria?

Amanhã (27) ocorre a Black Friday, dia em que empresas de diversos setores e áreas oferecem ao público promoções e descontos. Contudo, muitas empresas se aproveitam da situação e, em vez de oportunizarem preços baixos, oferecem desrespeito às leis e dor de cabeça. Por isso, o Balcão do Consumidor de Casa, realizou, via redes sociais, uma exposição com dicas e orientações. Confira as cinco mais importantes para aproveitar, sem prejuízos.

Fique atento

  1. Compare as ofertas: ofertas muito atrativas podem ser armadilhas. Analise se ela está dentro da média do mercado. É um momento que precisa ter frieza, pois a tendência é correr para aproveitar. Mesmo na Black Friday, é impossível haver diferenças exorbitantes de preços.
  2. Fique de olho na sustentabilidade: Seja um consumidor consciente. Não se deixe levar pela propaganda realizada com base na Black Friday. Na hora de comprar, questione-se, avalie sua decisão e adquira apenas o necessário.
  3. Consulte sempre a reputação do fornecedor, seja em compras virtuais ou presenciais: Para uma compra segura pesquise sempre as reclamações sobre o site e a reputação do fornecedor. O consumidor virtual também pode consultar junto aos órgãos de proteção do consumidor, como, por exemplo, o Balcão do Consumidor e o Reclame Aqui, se existem reclamações contra o site que pretende comprar.
  4. Evite golpes de sites fraudulentos e fique atento quanto à segurança dos seus dados pessoais: Na hora de efetuar a compra, é importante que o site possua os dados blindados. O consumidor pode verificar isso por meio de um símbolo de um cadeado que aparece na parte superior da janela do navegador da internet. Isso significa que é um ambiente seguro e eventuais dados pessoais ou de cartão estão protegidos.
  5. Exerça seus direitos de arrependimento: Nas compras realizadas fora do estacionamento comercial – por exemplo, via internet, telefone ou catálogo- a lei assegura o “direito de arrependimento”. Quando o produto for entregue, o consumidor tem até sete dias para devolver e receber 100% do valor pago.

Dica extra: Caso seja necessário buscar seus direitos, a orientação é que o consumidor faça contato com o fornecedor a fim de tentar resolver o problema de forma amigável. Para isso, várias empresas possuem o SAC - Serviço de Atendimento ao Cliente, que busca solucionar os problemas apresentados. Se o conflito persistir, basta procurar algum órgão de defesa do consumidor, como o Balcão do Consumidor, programa de Extensão da UPF.

Recomendações

O consumidor deve estar atento à variação de preço dos produtos na semana da Black Friday, ou até antes, de acordo com a coordenadora do Balcão do Consumidor Casca, a professora Me. Nadya Tonial. Ela ressalta que existem sites que desenvolveram ferramentas que comparam, em tempo real, a variação de preços dos produtos, como por exemplo o site Vigia do Preço. “O consumidor pode utilizar esta ferramenta para verificar se nas semanas que antecedem a Black Friday os estabelecimentos comerciais estariam elevando os preços para posteriormente proporcionar descontos chamativos para instigar os consumidores”, sugere.

Além disso, a professora pontua que é importante que o consumidor compare as ofertas em várias lojas distintas, bem como analise, de forma minuciosa, as ofertas tentadoras. “Outra questão muito importante, em que o consumidor deve estar atento, se refere às compras on-line. Sempre que optar por esta modalidade deve observar os padrões de segurança do site, a fim de evitar prejuízos e garantir a segurança de seus dados pessoais”, observa.

Projeto Black Friday 

O Balcão do Consumidor, programa de extensão do curso de Direito da Universidade de Passo Fundo (UPF), Campus Casca, realiza, até 30 de novembro, uma exposição virtual com o tema “Black Friday”. A atividade ocorre nas redes sociais, Facebook e Instagram, e tem o objetivo de alertar sobre os direitos do consumidor neste período de promoções.

O Balcão em Casca

O Balcão do Consumidor Casca está localizado na Rua XV de Novembro, 402 (em frente ao Salão Paroquial). O atendimento ao público ocorre de forma gratuita, todas as tardes, das 13h30min às 17h30min, e neste momento de pandemia e consequente isolamento social, é realizado de forma remota. Informações pelo e-mail balcaocasca@upf.br ou pelos chats das redes sociais. 

Passo Fundo

Em Passo Fundo, o Balcão está localizado na Av. Brasil,743 - Centro. O contato pode ser feito por telefone, pelo (54) 3314-7660, ou email: balcaodoconsumidor@upf.br.f

Gostou? Compartilhe