EDIÇÃO ONLINE: Vídeos do Troféu Merenda Chef estão sendo analisados

Concurso valoriza profissionais e receitas feitas em escolas e entidades

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/ON Divulgação/ON
Divulgação/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Está em andamento a 4ª edição do Troféu Merenda Chef, concurso promovido pela Coordenadoria de Nutrição Escolar da Secretaria de Educação com o intuito de valorizar merendeiras e serventes e incentivar a elaboração de pratos saudáveis. Os vídeos das receitas, encaminhados durante as inscrições, já estão sendo analisados.

Neste ano, o evento tem algumas novidades. Além de ser desenvolvido de forma virtual, conta com a participação de escolas dos municípios de Espumoso, Jacuizinho e Campos Borges e também do Grupo de Mulheres do Interior do Rio Grande do Sul.

Se inscreveram merendeiras e serventes da rede municipal de Passo Fundo e dos municípios convidados, de instituições particulares de educação infantil e ensino fundamental de Passo Fundo e de escolas estaduais de abrangência da 7 Coordenadoria Regional de Educação (CRE). Ainda, profissionais do Grupo de Mulheres e de entidades ligadas à Secretaria de Cidadania e Assistência Social (Semcas) de Passo Fundo.

A coordenadora de Nutrição Escolar, Kely Szymanski Araújo, enfatiza a satisfação de o concurso ser feito dentro uma metodologia diferente. “A nutrição escolar está muito feliz com a participação de diversas escolas e entidades nessa quarta edição do concurso. Esse ano de 2020 foi bastante desafiador para a realização do concurso, mas, com o apoio de todas as entidades, conseguimos realizar a nossa edição, que, dessa vez, foi de forma online”, justifica.

Sobre a relevância do concurso, Kely ressalta a relação das merendeiras e serventes com a alimentação saudável nas escolas e entidades. "O concurso Troféu Merenda Chef valoriza os profissionais da alimentação, que são essenciais na qualidade do alimento oferecido para os alunos e demais atendidos. As cozinheiras e merendeiras têm muita criatividade na hora de criar receitas, pois conhecem muito bem o público que elas atendem. Além de ofertarem alimentos, elas são profissionais muito importantes na formação do hábito alimentar saudável, um dos objetivos do programa de alimentação escolar", considera.

 

Análise

Os vídeos são analisados por uma banca julgadora, formada pelos apoiadores do concurso. A avaliação é realizada de acordo com originalidade, facilidade, padronização do preparo e viabilidade de replicação no contexto da alimentação escolar. Em cada um desses critérios, as merendeiras recebem de 0 a 5 pontos.

Serão selecionadas 33 receitas, classificadas dentro de sete modalidades. Elas serão conhecidas no dia 10 de dezembro e ficarão disponíveis em um e-book, que será divulgado no site da Prefeitura para acesso da comunidade.


Gostou? Compartilhe