Livro digital reúne receitas elaboradas por refugiados no Brasil

Material contém sete pratos doces e salgados originários da Venezuela, Síria e Colômbia

Por
· 1 min de leitura
Foto: Divulgação/ONU Foto: Divulgação/ONU
Foto: Divulgação/ONU
Você prefere ouvir essa matéria?

A Agência da Organização das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) lançou no Brasil um e-book (livro digital) gratuito, com receitas criadas por refugiados da Colômbia, Venezuela e Síria, em comemoração aos seus 70 anos de atividades e como convite às pessoas para apoiar a causa humanitária. O livro reúne sete receitas de pratos doces e salgados originários desses três países, como arepas e patacones, pratos típicos colombianos.

Dados do Comitê Nacional para Refugiados (Conare) indicam que o Brasil tem mais de 190 mil solicitações ativas de refúgio, esperando ser processadas, e 50 mil refugiados já reconhecidos. Natasha esclareceu que são pessoas que são obrigadas a deixar tudo para trás.

O último relatório Tendências Globais da Acnur, de 2019, mostra que mais de 79,5 milhões de pessoas foram forçadas a deixar suas casas em todo o mundo, devido a conflitos, perseguições ou violência generalizada. Isso equivale a cerca de 1% da população global. Desse total, 26 milhões são refugiadas, 45,7 milhões estão deslocadas internamente em seus países e 4,2 milhões são solicitantes da condição de refugiada. O relatório indica também que 68% das pessoas deslocadas no mundo saíram de cinco países: Síria, Venezuela, Afeganistão, Sudão do Sul e Mianmar.


null



Gostou? Compartilhe