Documentários e outras atrações para a semana

Pluralidade marca a agenda de cultura e lazer do município nos próximos dias

Por
· 3 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Curso “Religiões afro-brasileiras”

Se você tem interesse em conhecer ou se aprofundar em temas relativos às religiões afro-brasileiras, essa atividade é para você. Neste sábado (21), às 14h, a Casa de Cultura Vaca Profana (Rua Paissandú, 180) promove o curso “Religiões afro-brasileiras no Rio Grande do Sul”, ministrado pela historiadora e mestre em História Cultural e Patrimônio, Chaline Souza. Com foco de estudos no espiritismo, religiões afro-brasileiros e questões de gênero, atualmente Chaline é membro do projeto de pesquisa “Religiões e Religiosidades: Possibilidades de Pesquisa”, vinculado ao Laboratório do Estudo das Crenças (LEC) da Universidade de Passo Fundo, e cursa ainda especialização em História e Cultura Afro-brasileira, na Uniasselvi. As vagas para o curso são limitadas e as inscrições devem ser feitas pela página do Facebook da Vaca Profana. O investimento é de R$ 20.

Show com Rosa Tattooada

Como parte da agenda especial do Mês do Rock no Sesc Passo Fundo, neste sábado (21), às 20h, a banda Rosa Tattooada sobe ao palco do Teatro do Sesc (Avenida Brasil, 30) com o projeto “Rosa Tattooada Interpreta Clássicos do Rock Gaúcho”. O show especial do grupo marca uma curta temporada de apresentações comemorativas aos 30 anos de carreira, completados neste ano. Os ingressos variam entre R$ 12 e R$ 30 e podem ser adquiridos na secretaria da instituição. A classificação é livre.

Bodega dos Quadrinistas

De volta à ativa e repaginada, a primeira edição de retorno da Bodega dos Quadrinistas já tem data marcada: é na noite desta terça-feira (24), a partir das 19h30min. Agora, os encontros são realizados quinzenalmente, sempre às terças-feiras - e como já acontecia antes, quem acolhe o projeto com muito carinho é a Casa de Cultura Vaca Profana. Tendo como tema os quadrinhos eróticos, a edição desta semana visa debater a estética dos desenhos deste gênero e a elaboração de roteiros. Para alimentar a discussão, o público é convidado a levar ideias, livros e fantasias. Haverá ainda venda de bebidas e comidas. A entrada custa R$ 5 e pode ser paga na porta do evento.

Cine na Escadaria

Nesta quarta-feira (25), às 18h, a Escadaria da Brahma em Passo Fundo vai se transformar em um grande cinema a céu aberto. Parceiras, a Casa de Cultura Vaca Profana e a Coordenadoria da Juventude do Município estreiam juntas o projeto Cine na Escadaria. A ideia é apresentar obras do cinema em novos ambientes da cidade, em um movimento de ocupação do espaço público. E, já que julho é o mês do rock, o primeiro filme escolhido é o documentário “Crossfire Hurricane”, que conta a história da banda Rolling Stones desde a estreia do grupo em Londres, no anos 60, como um bando de jovens rebeldes obcecados pelos blues, até como chegaram à condição de “maior banda de rock do mundo”. Lançado em 2012, o filme é dirigido por Brett Morgen. Antes do documentário, rola ainda a exibição de videoclipes produzidos pelo Wah Wah One Take, com a participação de músicos passo-fundenses que ajudam a construir a história do rock no município. Esta edição especial conta com o apoio do Selo 180 Fonográfico e do Ponto de Cinema UPF. A atividade é gratuita.

Cabeça - um documentário cênico

Em mais uma atividade alusiva ao Mês do Rock, o Teatro do Sesc promove nesta sexta-feira (27), às 20h, a exibição de “Cabeça – um documentário cênico”. Na peça, dirigida por Felipe Vidal, oito homens em cena, numa formação que alude a uma banda de rock, executam todas as canções do álbum “Cabeça Dinossauro”, dos Titãs, permeadas por cenas e projeções que desenham um painel dos acontecimentos emblemáticos nacionais e mundiais dos anos 1980 e dialogam com imagens e referências do Brasil e do mundo nos tempos atuais. Os ingressos custam entre R$ 12 e R$ 30. A classificação etária é de 16 anos.

Sarau: narrativa, humor e poesia

Vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e voltado ao público surdo, o projeto Arte de Sinalizar traz a Passo Fundo o evento “Sarau: narrativa, humor e poesia”. A atividade acontece nesta sexta-feira (27), às 19h, no Pub 540 (Rua Independência, 540), e tem como objetivo dar visibilidade e contribuir para a divulgação das produções culturais da comunidade surda brasileira. Na ocasião, além da apresentação de artistas surdos já confirmados, o evento será aberto para a apresentação do público, que é convidado a compartilhar e expressar a sua própria arte de sinalizar. As produções do sarau serão registradas através de fotos e vídeos com o objetivo de divulgar a iniciativa. A inscrição pode ser feita pelo site da UFRGS pelo valor de R$ 20, até às 13h de sexta-feira, ou por R$ 30 na hora do evento.

 

Gostou? Compartilhe