?EURoeMetrô Linha 743?EUR? é relançado em vinil

Com faixa bônus inédita em vinil, álbum de Raul Seixas ganha edição de luxo limitada lançada pelo 180 Selo Fonográfico e a Recordcollector Brasil

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O ano era 1984. A ditadura militar ainda vigorava no Brasil quando Raul Seixas lançou seu décimo segundo álbum, intitulado “Metrô Linha 743”. O disco era repleto de críticas e insinuações ao regime que vigorava no país e uma das músicas, “Mamãe eu não queria”, que trazia a posição do artista sobre o alistamento militar obrigatório, chegou, inclusive, a ser censurada.

Neste ano, às vésperas do aniversário do “Metrô Linha 743” e no dia do aniversário de Raul Seixas, quem ganhou um baita presente foram os fãs. É que na última quinta-feira (28), o selo passo-fundense 180 Selo Fonográfico, em parceria com a Recordcollector Brasil, lançou uma edição expandida e em vinil do álbum. Remasterizada especialmente para vinil, a edição é de luxo: conta com uma bela capa dupla, dois encartes (um release de imprensa de 1984 e o encarte original com letras e ficha técnica) e um livreto de 28 páginas com fotos inéditas, ilustrações, depoimentos e informações novas sobre Raul Seixas. Há ainda uma faixa bônus, “Anarkilópolis”, inédita em vinil e originalmente criada durante as gravações do décimo segundo álbum do artista.

Em duas versões (LPs pretos e LPs transparentes), a edição é numerada e limitada, por isso é bom conferir depressa: são somente mil exemplares à venda, nos sites do Selo 180 e da Recordcollector Brasil. A parceria entre as duas não é de hoje: em 2016, elas também prensaram um álbum ao vivo de Raul Seixas, chamado “Isso aqui não é Woodstock, mas um dia pode ser”.

Gostou? Compartilhe