Literatura em Diálogo começa com obra contemporânea 

Em 2018, o Literatura em Diálogo conta com quatro encontros para estudantes, acadêmicos do ensino superior e comunidade

Escrito por
,
em
O Literatura em Diálogo propõe dois eixos: a leitura e a discussão de obras clássicas da literatura, também dando espaço ao contemporâneo

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A primeira edição de 2018 do Projeto Literatura em Diálogo aconteceu nessa quinta-feira (5) com o auditório da Academia Passo-Fundense de Letras (APL) lotado. Para abrir os trabalhos literários, uma obra contemporânea foi escolhida: Quatro Negros, do autor gaúcho Luís Augusto Fischer, publicada pela editora L&PM em 2005. Alunos das escolas estaduais Prestes Guimarães e Nicolau de Araújo Vergueiro (ENAV) e da escola de ensino fundamental do município Zeferino Demétrio Costi se reuniram para dialogar sobre a obra, discutida com intermédio da coordenadora do projeto, a professora Dra. Ivânia Campigotto Aquino. 

 

“O projeto se caracteriza por apresentar uma promoção da leitura de maneira diferente, sempre fazendo interdisciplinaridade entre narrativa, poesia e outras formas de manifestações artísticas, desde a dança, o teatro, as artes plásticas, a música, etc, buscando o enriquecimento cultural do leitor”, explicou Ivânia. Nesta primeira edição, a arte escolhida foi a capoeira, expressão cultural que conversa com a obra. Em determinada passagem do livro, uma personagem faz referência ao aricungo, que é o berimbau, um símbolo que significa tradição na narrativa. 

 

Em 2018, o Literatura em Diálogo conta com quatro encontros para estudantes, acadêmicos do ensino superior e comunidade. “Vamos trabalhar a literatura clássica e contemporânea e gêneros diferenciados como a narrativa e a poesia”, disse Ivânia. Nesta semana, na APL, acontece a V Semana das Letras. A programação segue até sábado (14). Mais informações na página facebook.com/academiapassofundensedeletras. 


Quem faz?
O Projeto de Extensão Literatura em Diálogo, do curso de Letras da Universidade de Passo Fundo (UPF), é integrante do Programa Ensino e Inovação, desenvolvido no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH/UPF). A iniciativa conta com a parceria da Prefeitura de Passo Fundo, através da participação do Núcleo do Livro, Leitura e Literatura da Secretaria de Educação e da Biblioteca Pública Municipal Arno Viuniski.

 

O projeto
O Literatura em Diálogo propõe dois eixos: a leitura e a discussão de obras clássicas da literatura, também dando espaço ao contemporâneo. É voltado para alunos dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio, além da inclusão da comunidade e do público acadêmico para incentivar a leitura e a formação do leitor. O objetivo é o aprofundamento teórico das análises dos textos e o exercício da criatividade prática na abordagem metodológica da leitura.

 

O Projeto também já está produzindo conhecimentos científicos sobre a experiência. Um artigo produzido pela equipe do Literatura em Diálogo foi aprovado entre os trabalhos da VI Jornadas de Extensão do MERCOSUL (JEM), que acontecerá entre os dias 24 e 27 de abril, na sede da Universidade Nacional do Centro da Província de Buenos Aires (UNCPBA), em Tandil, na Argentina.

Gostou? Compartilhe