Literatura em Diálogo: primeira edição de 2018

A discussão das obras literárias também conversa com outras áreas

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Incentivar a leitura, apresentar os clássicos e mesclar com o contemporâneo. Assim o Projeto Literatura em Diálogo inicia mais um ano de atividades. A primeira edição de 2018 acontecerá nesta quinta-feira (5), às 14h, na Academia Passo-Fundense de Letras (APL). A obra escolhida para abrir os trabalhos é Quatro Negros, do autor gaúcho Luís Augusto Fischer, publicada pela editora L&PM em 2005.

Para a coordenadora do projeto, a professora Dra. Ivânia Campigotto Aquino, o encontro entre o clássico e o contemporâneo constrói um caminho do meio para que os jovens, principalmente, tenham uma visão do toda na literatura. “A abordagem da literatura clássica encontra suas razões na experiência da leitura escolar. Nesse sentido, a percepção advinda do professor que atua no ensino médio evidencia o desinteresse do jovem pelo texto clássico literário: há resistência e, não poucas vezes, recusa ao estudo de autores e textos dessa natureza. A inovação a que o Projeto se propõe visa a desafiar o estudante a conhecer as obras e a despertar o seu interesse por elas. Já a literatura contemporânea, por sua vez, é objeto do trabalho por ser considerada uma produção de linguagem que carrega certa experimentação vanguardista, de onde nasce a renovação em relação à clássica”, explicou ela.

A discussão das obras literárias também conversa com outras áreas, como música, cinema, teatro, artes plásticas, história, psicologia, entre outras. O formato permite transpor a experiência do texto escrito para outros meios de interação.

Programação
Obra: Quatro Negros, de Luís Augusto Fischer.
Quando: 5 de abril, quinta-feira.
Horário: 14h.
Local: Academia Passo-Fundense de Letras – Avenida Brasil Oeste, 792.

Quem faz?
O Projeto de Extensão Literatura em Diálogo, do curso de Letras da Universidade de Passo Fundo (UPF), é integrante do Programa Ensino e Inovação, desenvolvido no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH/UPF). A iniciativa conta com a parceria da Prefeitura de Passo Fundo, através da participação do Núcleo do Livro, Leitura e Literatura da Secretaria de Educação e da Biblioteca Pública Municipal Arno Viuniski.

O projeto
O Literatura em Diálogo propõe dois eixos: a leitura e a discussão de obras clássicas da literatura, também dando espaço ao contemporâneo. É voltado para alunos dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio, além da inclusão da comunidade e do público acadêmico para incentivar a leitura e a formação do leitor. O objetivo é o aprofundamento teórico das análises dos textos e o exercício da criatividade prática na abordagem metodológica da leitura.

O Projeto também já está produzindo conhecimentos científicos sobre a experiência. Um artigo produzido pela equipe do Literatura em Diálogo foi aprovado entre os trabalhos da VI Jornadas de Extensão do MERCOSUL (JEM), que acontecerá entre os dias 24 e 27 de abril, na sede da Universidade Nacional do Centro da Província de Buenos Aires (UNCPBA), em Tandil, na Argentina.

Gostou? Compartilhe