Programação movimentada

Agenda cultural para os próximos dias oferece desde cinema e apresentações musicais até exposição fotográfica e roda de poesia

Escrito por
,
em
BIKE em passagem anterior pela Vaca Profana

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Apreciar as atividades culturais que rolam em Passo Fundo nunca é demais, especialmente quando elas incluem, entre outras coisas, apresentações de músicos como Rafael Schmidt, Gabriel Selvage e a banda BIKE. É claro que, entre tantas opções, fica difícil escolher o evento ao qual comparecer. Por isso, pensando em facilitar essa escolha, o Mix preparou um resumo sobre as principais atividades que recheiam a agenda cultural dos próximos dias. Confere aí!

Exposição "O que faz de você mulher?"

Para os amantes da fotografia, o destaque da programação deste fim de semana fica para a abertura da exposição “O que faz de você mulher?”, da artista e fotógrafa Bruna Todeschini. A atividade inicia neste sábado, a partir das 19h, na Casa de Cultura Vaca Profana, de maneira gratuita. O projeto traz fotografias de partes do corpo feminino e uma peça de áudio composta pelas respostas das modelos para a pergunta tema. Para isso, foram fotografadas mulheres de diversas idades durante o ano de 2016 na cidade de Erechim. O corpo feminino surge nesse trabalho com outro significado, mais questionador como o próprio nome do projeto sugere. Um corpo que não está posto como sentido estético ou exercendo alguma função social, mas sim para a abertura de questionamento para questões de sexualidade, gênero, papel da mulher e seu corpo na sociedade.

BIKE ao vivo

Pela terceira vez na Casa de Cultura Vaca Profana, a banda BIKE apresenta-se ao vivo neste sábado, a partir das 19h – logo após a abertura da exposição que rola na Vaca, no mesmo horário. Formada por Diego Xavier (guitarra e voz), Julito Cavalcante (guitarra e voz), João Gouvea (baixo e voz) e Daniel Fumega (bateria), a BIKE oferece uma sonoridade psicodélica e um show intimista, além da promessa de fazer um som que tome conta de cada pedacinho da casa. Boa amiga da estrada, a banda já passou por mais de 50 cidades e por 15 estados do Brasil, entre festivas e shows em casas pequenas. Além disso, já esteve também em turnê pela Europa, passando por Portugal, Espanha, Inglaterra, Escócia e uma apresentaça??o no festival Primavera Sound, em Barcelona. Os ingressos antecipados podem ser adquiridos por R$ 20, pela página do Facebook da Vaca Profana ou diretamente com os membros da casa. Para aqueles que optarem por comprar o ingresso na hora do show, o preço sobe para R$ 25.

Bodega dos Quadrinistas

Neste domingo, a partir das 17h, acontece mais uma edição da Bodega dos Quadrinistas, promovida pela Casa de Cultura Vaca Profana. O evento, que reúne mensalmente quadrinistas e amantes dos quadrinhos, tem como dinâmica um encontro em clima descontraído, onde participantes conversam sobre os mais variados temas do universo dos quadrinhos e temas do dia a dia, bebem juntos e até mesmo fecham parceria para projetos. Aqueles que desejarem podem compartilhar também suas leituras, levando livros que acham interessantes ou comentando sobre elas. Segundo a organização, as Bodegas deste ano passam a ter temas centrais definidos para cada encontro, mas outros assuntos podem ser comentados livremente. Para participar não é necessário ser quadrinista ou conhecer bem histórias em quadrinhos; todos são bem-vindos. É permitido entrar com bebidas e comidas para consumo. A contribuição sugerida pela casa é de R$ 10 e pode ser paga na entrada do evento.

Poética – Leituras boêmias

De voltas às atividades quinzenais, o Poética tem data marcada para a próxima quarta-feira (21), às 20h, na boa e velha Casa de Cultura Vaca Profana. A atividade reúne literatura, roda de poesia, música e arte, e é uma parceria do coletivo Confraria da Afetividade, Casa de Cultura Vaca Profana e Jornada de Literatura de Passo Fundo. A sessão tem o formato de roda de poesia com apresentação final de músicos convidados. A parte literária é dedicada aos poetas e escritores selecionados pelos presentes, com leituras de textos e poesias. O evento dá espaços a poetas e escritores para apresentarem suas criações. Ingressos podem ser adquiridos na entrada, por R$ 10.

CineSesc

Neste mês de março, o projeto Arte Sesc – Cultura Por Toda a Parte oferece uma intensa programação voltada ao cinema, por meio do CineSesc. A iniciativa apresenta uma seleção de filmes para quem gosta de ficção científica. A mostra traz filmes de décadas diferentes e propõe uma breve observação sobre a produção deste gênero fílmico por meio de alguns temas que circundam a temática e obras que apresentam importância tanto para sua história quanto para o estabelecimento de sua estética. Na terça-feira (20), acontece a exibição do filme “O Planeta dos Vampiros”; na quarta-feira (21), é a vez de exibir “Os Malditos”; por último, na quinta-feira (22), o filme a ser exibido é “Fuga no Século 23”. As exibições acontecem sempre às 9h e 20h, no Teatro do Sesc Passo Fundo, com entrada franca através de agendamento prévio na instituição.

“Alma de Interior”

Na quinta-feira (22), às 20h, os músicos Gabriel Selvage e Rafael Schmidt sobem ao palco do Teatro Municipal Mucio de Castro em um espetáculo musical que marca o lançamento do disco autoral “Alma de Interior”. Gravado ao vivo em um sítio no interior de Bragança Paulista e totalmente captado pelos próprios músicos, traz um repertório formado por composições autorais. O nome do álbum serve justamente como marca do encontro entre os dois interioranos: um do interior do Rio Grande do Sul e o outro do interior de São Paulo. Dois violonistas que, mesmo criados distantes, possuem uma trajetória e uma verdade muito próximas. A forte conexão musical entre os dois traz ao álbum o melhor de cada um deles, unindo a apreciação de Schmidt pelo chamamé e a apreciação de Selvage pelo choro. Os ingressos custam R$ 20.

 

Gostou? Compartilhe