Lendário compositor, Ennio Morricone morre aos 91 anos

Italiano compôs mais de 500 músicas para o cinema

Por
· 1 min de leitura
Foto: Divulgação

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O maestro e compositor de trilhas sonoras que marcaram a história do cinema, Ennio Morricone, morreu aos 91 anos nesta segunda-feira (6), na Itália.

Responsável por mais de 500 composições que embalaram clássicos das produções hollywoodianas de ficção, como "Era uma Vez no Oeste", "Os intocáveis" e "Cinema Paradiso", Morricone estava internado em uma clínica após uma queda e fratura do fêmur, segundo a agência Reuters. 

Ao longo da carreira, que iniciou através da amizade com o diretor Sergio Leone, o maestro acumulou dezenas de prêmios, entre eles um Oscar Honorário, em 2007, e uma estatueta, em 2016, pelo trabalho no filme "Os oito odiados", de Quentin Tarantino. 


Gostou? Compartilhe