Meu Malvado Favorito 2 estreia nos cinemas

10 entre 10 pessoas adoram Meu Malvado Favorito. Pois bem, ele voltou!

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Eles são amarelos e existem aos montes. Você quase não os entende, mas você os ama. Sim, os minions – criaturas que habitam o porão secreto de Gru – voltaram. E trouxeram com eles todo o elenco do primeiro filme e, de quebra, uma nova parceira: Lucy. Desde o fim de Meu Malvado Favorito, teasers e trailers são os responsáveis por levar ao extremo a ansiedade e a espera pela continuação de uma das melhores animações dos últimos tempos. Nessa sexta-feira, a espera acaba: estreia, nos dois cinemas da cidade, Meu Malvado Favorito 2.

Quando lançado, lá em 2010, a produção da Paramount foi além de qualquer expectativa positiva: faturou, em apenas um final de semana, 60 milhões de dólares. As bilheterias lotadas provavam que a fórmula dava certo e que era preciso uma continuação. Antes mesmo de finalizar a temporada em cartaz, a continuação da história foi prometida. Gru, o vilão que, no fundo, precisava apenas de uma oportunidade para ser bom, com a ajuda de Margô, Edith e Agnes concretizou um filme que era divertido para as crianças e adultos. De quebra, o longa é extremamente bonito: o olhar, cheio de lágrimas, de Agnes ou o pedido de um minion são capazes de esboçar sorrisos mesmo nos mais durões.

A continuação promete sustentar o sucesso: não se trata apenas de uma busca por lucro, mas, na verdade, de uma nova fórmula de diversão. Em Meu Malvado Favorito 2, Gru já introjetou o bom samaritano que existe dentro dele e cuida, então, das três pequenas com a ajuda dos minions. Mesmo que a graça de Gru seja, no primeiro filme, justamente a tentativa da maldade, o “vilão” não perde a comicidade aqui: é, então, um pai ciumento e coruja que, ao descobrir os primeiros interesses amorosos de Margô, não consegue esconder a preocupação e a irritação.

A narrativa proporciona a Gru a oportunidade de se tornar um herói: o personagem, recrutado pela Liga Antivilão, precisa descobrir o autor do roubo de um soro que transforma os minions em monstros roxos sem qualquer noção de sanidade. Ao lado de Lucy, uma agente que, na realidade, é apaixonada por Gru, o mais novo herói precisa dar um jeito de mostrar que é capaz de resolver um crime e, ainda, ajudar as suas criaturinhas a voltar ao normal.

Meu Malvado Favorito 2 estreia na melhor época: as férias. E, de fato, é um filme para elas. É colorido, animado, dinâmico e cheio de momentos para rir e se encantar com Agnes ou com os amarelinhos. Em relação ao primeiro filme, MMF ganha um atrativo: o 3D. E para os apaixonados pelos minions: eles voam na tela e, quando não fazem isso, arremessam coisas em você. Outro elemento importante em qualquer animação é a dublagem e, nesta segunda etapa, Gru e Lucy ganharam na versão nacional as vozes de Leandro Hassum e Maria Clara Gueiros. Ambos garantem ritmo e personalidade aos personagens.

Seja pela presença dos minions, pela dublagem ou pelo 3D, Meu Malvado Favorito era a animação que estava faltando no cinema. Os diretores Pierre Coffin e Chris Renaud conseguem manter o sucesso do primeiro filme e a crítica diz que o roteiro veio para ficar e se tornar, sim, um bom concorrente ao Oscar. Quem sabe, então, os amarelinhos poderão desfilar no tapete vermelho. Se não isso, pelo menos eles vão, certamente, invadir os cinemas.

CLIQUE AQUI E CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DOS CINEMAS DE PASSO FUNDO

 

Gostou? Compartilhe