Dia dos Namorados movimenta comércio

?sltimos dias antes da data comemorativa devem concentrar o maior movimento de acordo com o levantamento da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo

Escrito por
,
em
Lojistas associados à CDL Passo Fundo decoram vitrines para a data

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O próximo final de semana, que antecede o dia 12 de junho, deve registrar um movimento intenso no comércio gaúcho. Ainda com os reflexos da freada no consumo, principalmente pela recente paralisação dos caminhoneiros e pela demora na chegada do frio, a procura por presentes para o Dia dos Namorados deve ser intensa. De acordo com a pesquisa realizada pela Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV), 48% dos gaúchos devem ir às compras nos últimos dias que antecedem à data.


Para a presidente da CDL, Carina Sobiesiak, a expectativa da entidade é de um crescimento entre 4 e 5% em relação ao ano anterior. O presidente da AGV, Ricardo Diedrich, confirma a expectativa positiva em relação às vendas para a data no comércio gaúcho. “Passamos por um período recessivo e os lojistas estão animados com as baixas temperaturas e com a próxima data comemorativa, que historicamente registra boas vendas”, enfatiza.


De acordo com a pesquisa, 65,7% dos entrevistados escolhe o presente sondando o companheiro para saber o que gostaria de ganhar. Os presentes mais procurados são artigos pessoais (40,6%), seguido por algo que seja “a cara dele/a” (25,1%). O valor que será investido para 34,3% está entre R$ 51 e R$ 100 e, para 25,7%, deve ser entre R$ 101 e R$ 150. Outros 19,4% admitiram que vão gastar mais de R$ 200 e 14,3%, entre R$ 150 e R$ 200.


 
Na capital
Neste ano os namorados pretendem gastar mais do que em 2017 de acordo com a pesquisa de expectativa de consumo para a data, encomendada pela CDL Porto Alegre. De acordo com o levantamento, a movimentação de vendas deve ficar em torno de R$ 74,1 milhões (3,8% de crescimento na comparação com o ano passado). O ticket médio também será mais alto, na mesma comparação: R$ 193, contra R$ 186 no ano passado. Além disso, a pesquisa também mostra dados curiosos sobre as diferenças de desejos de presentes entre homens e mulheres. Enquanto os namorados querem roupa (24,4%), eletrônicos (7,2%) ou calçados (5%), as namoradas esperam receber roupa (18,2%), perfume (14%), calçado (13,2%), viagem (10,7%), joia (9,9%) e acessório (9,1%). As mulheres mostram que são mais certas sobre o que pretendem ganhar: apenas 24% das entrevistadas se disseram indecisas, contra 44,4% dos consultados do sexo masculino.


 
No Brasil
A nível nacional as vendas para o Dia dos Namorados devem ter um crescimento de 2,5% na comparação com a mesma data do ano anterior, segundo projeção da área de Indicadores Econômicos da Boa Vista SCPC.
De acordo com o levantamento, o crescimento deve ser menor do que o das datas anteriores, Dia das Mães (4%) e Páscoa (3,2%).

Gostou? Compartilhe