Temer diz que economia mais forte permitiu liberação do PIS/Pasep

Em vídeo no Twitter, o presidente ressaltou a liberação dos recursos

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira (15) que a economia brasileira está "mais forte" e por isso o governo federal tem autorizado o saque de contas inativas do PIS e do Pasep. Por meio de sua conta pessoal no Twitter, Temer divulgou um vídeo com o calendário da liberação, que pode injetar cerca de R$ 19,5 bilhões na economia do país. Segundo ele, a ampliação do direito ao saque para pessoas de todas as idades "só foi possível" devido aos resultados econômicos.

 

"Quando assumi o governo, há dois anos, eu disse que iria recuperar a economia do país e, com a economia mais forte, liberei para você o saldo das contas inativas do Fundo de Garantia [FGTS]. Depois tivemos os primeiros saques do PIS/Pasep, dinheiro que foi direto para o seu bolso. Agora são mais R$ 39 bilhões que vão ajudar os brasileiros a pagar uma dívida, fazer uma viagem, comprar um móvel novo para sua casa ou até poupar esse recurso para outro momento mais para frente", disse o presidente na gravação.

 

A regulamentação do saque das contas inativas dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) foi oficializada pelo Palácio do Planalto na última quarta-feira (13). No comunicado, Temer também afirma que quem possui conta na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil receberá o depósito de forma automática.

 

"Fico feliz em dar essa notícia porque vai melhorar a sua vida e ajudar a melhorar ainda mais a economia do país", acrescentou. De acordo com o calendário, os cotistas com mais de 57 anos terão direito ao saque entre os dias 18 e 29 deste mês. A partir de 8 de agosto, será liberado o crédito para os correntistas e, de 14 a 28 de setembro, os beneficiários de todas as idades terão os recursos liberados.

Gostou? Compartilhe