Empresas reduzem procura por crédito em abril

Nas micro e pequenas empresas, a demanda por crédito aumentou 7,6% nesse período

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A procura das empresas por crédito caiu 11,6% em abril de 2016 na comparação com março. Em relação a abril do ano passado, a demanda caiu 4,2%. No acumulado do primeiro quadrimestre de 2016, a busca das empresas por crédito recuou 8,1% em relação ao mesmo período de 2015, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito.

Na análise das empresas de acordo com o porte, a queda da demanda por crédito foi maior entre as micro e pequenas empresas, com 12% de decréscimo. Nas grandes empresas, o recuo foi de 0,8% e nas médias, a demanda por crédito caiu 2%. No acumulado dos quatro primeiros meses do ano, a procura por crédito nas médias empresas caiu 18% e nas grandes empresas caiu 14,2%. Nas micro e pequenas empresas, a demanda por crédito aumentou 7,6% nesse período.

Todos os setores econômicos pesquisados apresentaram retração na demanda por crédito em abril ante março: indústria (-11,4%); comércio (-10,8%); e serviços (-12,4%). De janeiro a abril a indústria teve a maior queda (-10,1%). No comércio, a retração no primeiro quadrimestre foi de 8,9% e no setor de serviços, de – 6,9%.

Segundo os economistas da Serasa Experian, o aprofundamento da recessão econômica, o grau deprimido da confiança empresarial e as elevadas taxas de juros dos empréstimos são fatores explicam a retração da demanda das empresas por crédito.

Agência Brasil

 

Gostou? Compartilhe