Valor do Imposto de Renda destinado à entidades assistenciais foi de apenas R$ 600 mil

Auditor explica que valor, somente de pessoa física, poderia ser de aproximadamente R$ 11,5 milhões

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O auditor fiscal da Receita Federal, Marlon Moraes, ocupou o espaço Tribuna Popular, ontem, na Câmara de Vereadores, para falar sobre a importância de destinar parte do Imposto de Renda (IR) devido à entidades assistenciais do município. A presença de Moraes foi solicitação do vereadores João dos Santos (PSDB). 

De acordo com os dados da Receita Federal, no último ano, cerca de R$ 11,5 milhões, só de Pessoa Física, poderiam ter ficado em Passo Fundo, mas apenas R$ 600 mil foram destinados ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (FUMDICA). Os recursos foram divididos entre 18 entidades. Das 12 mil pessoas que poderiam ter destinado parte do IR devido, apenas 348 o fizeram, ou seja, menos de 3%.
“Nós temos um potencial muito grande de arrecadação, mas falta informação sobre como destinar, por isso, a Receita Federal quer ajudar a mudar essa realidade, o contribuinte pode entrar em contato conosco ou pedir orientação direto ao seu contador”, esclareceu Marlon Moraes. O auditor lembrou ainda que, através desta destinação, o contribuinte pode aumentar a restituição do IR ou reduzir o valor do imposto a pagar.
Quem pode destinar
O contribuinte Pessoa Física, que fizer a declaração no Modelo Completo, pode destinar até 6% do IR devido para entidades. Também podem destinar até 1% o contribuinte Pessoa Jurídica que seja tributado pelo lucro real.
Até o ano passado apenas o FUMDICA estava apto a receber os recursos, porém, este ano também poderá ser beneficiado o Fundo Municipal do Idoso (FUMUI). O contribuinte poderá escolher a destinação de parte do seu Imposto de Renda até 31 de dezembro.
“Você tem que fazer uma escolha: deixar parte do IR devido em Passo Fundo para ajudar as entidades que mais precisam ou permitir que todo esse dinheiro vá direto para Brasília”, alertou o representante da Receita Federal.

 

Como destinar?
No caso de destinação para o Fundo do Idoso, deverá ser feito um depósito com identificação do CPF (Pessoa Física) ou CNPJ (Pessoa Jurídica), até o final de dezembro na conta FUMUI:
Banrisul
Agência: 0310
Conta: 041304900-6

Já para beneficiar o FUMDICA o depósito, nos mesmos moldes, pode ser feito nos bancos:

Banco do Brasil
Agência: 92-2
Conta: 32781-6

Banrisul
Agência: 0310
Conta: 041300270-4A

Na página da prefeitura municipal é possível gerar um boleto online: http://www.pmpf.rs.gov.br/secao.php?t=11&p=333

 

Gostou? Compartilhe