Seguro-desemprego bate recorde em 2009

Pelo menos sete milhões de trabalhadores receberam R$ 19,57 bilhões no ano passado, segundo o Ministério do Trabalho

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Agência Brasil

Como reflexo da crise financeira internacional, o pagamento de seguro-desemprego aos trabalhadores bateu recorde e atingir o patamar de R$ 19,57 bilhões em 2009. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pelo ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi. Incluindo programas de qualificação e de intermediação de emprego, por exemplo, o total de destinações do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) alcançou em 2009 R$ 36,83 bilhões.
Em 2008, aponta balanço do Ministério do Trabalho, o pagamento de seguro-desemprego chegou no final do ano a R$ 14,71 bilhões, ao passo que o total de destinações do FAT contabilizou R$ 30,92 bilhões. Sete milhões de trabalhadores receberam o seguro-desemprego no ano passado.
A requisição da concessão do seguro passará a ser feita pela internet a partir de março, mas só deverá cobrir todo o país no final do ano, segundo o ministro. Em entrevista a emissoras de rádio durante o programa Bom Dia, Ministro, ele disse que a expectativa é reduzir o tempo para concessão do benefício, que hoje varia de 30 a 45 dias, para 15 dias. Lupi disse que a greve dos agentes administrativos do ministério, no final do ano passado, provocou atrasos na concessão do seguro-desemprego.



Gostou? Compartilhe