RAZOR Computadores: O mercado é o mundo

De Passo Fundo, indústria de computadores de alta performance atende clientes do Brasil e do mundo e quer faturar até 2026 R$ 200.000.000

Por
· 5 min de leitura
Empresa quer fabricar até 2026 50 mil máquinas/ano (Foto: Divulgação)Empresa quer fabricar até 2026 50 mil máquinas/ano (Foto: Divulgação)
Empresa quer fabricar até 2026 50 mil máquinas/ano (Foto: Divulgação)

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O que a abertura da novela Deus Salve o Rei, da Rede Globo, exibida em 2018, tem a ver com Passo Fundo? A resposta é um computador. Mas não é qualquer computador. É um equipamento de altíssima performance, com 08 placas de vídeo, 256GB de memória RAM e 4 fontes de 2000W, um investimento de quase R$ 200 mil construído especialmente para renderização de filmes. Esta máquina leva a assinatura da Razor Computadores e foi vendida para a Lightfarm Studio, produtora multinacional especializada em imagem e conteúdo criativo, com estúdios na Nova Zelândia e Austrália. O estúdio está no Brasil desde 2014 e o computador fabricado em Passo Fundo foi usado para produzir a abertura da novela ao estilo Game Of Thrones. 

A Lightfarm é apenas uma das empresas clientes da Razor, que tem no seu portifólio outras gigantes como Itaipu Binacional, Petrobrás, Policia Federal, USP, Scania, ONU, Globo, SAP, SBT e Hospital Albert Einstein. As workstations (ou computadores de alta performance) e servidores são montados a partir das necessidades dos clientes, invertendo a lógica do mercado, onde normalmente já se compra o equipamento pronto.  


XRayCovid-19

As grandes máquinas construídas para atender as maiores exigências de mercados diversos, também estão servindo à ciência em tempo de pandemia. Assim como qualquer outra, a empresa precisou remontar seus processos a partir de março, o home office tornou-se parte da rotina e o foco se voltou para computadores a um preço mais acessível, atendendo a um outro nicho de mercado que estava se abrindo a partir do trabalho remoto. Ao mesmo tempo, a expertise da empresa foi disponibilizada para ajudar pesquisadores que estão trabalhando com a Covid-19. Os sócios Grégory Parisotto Reichert e André Parisotto Reichert decidiram vender os equipamentos a preço de custo. Pelo menos seis pesquisas no país utilizam os computadores de alta performance da Razor. 

É o caso do Professor de Ciência da Computação Dr. Leandro Alvim, pesquisador da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, que, juntamente com outros pesquisadores, como Dr. Filipe Braida, projetou um modelo de diagnóstico online utilizando inteligência artificial para facilitar a investigação dos sintomas de pacientes com suspeitas da doença.

O Projeto XRayCovid-19 busca disponibilizar uma ferramenta eficiente e de fácil utilização para contribuir com o sistema público de saúde no enfrentamento da atual pandemia e também no diagnóstico das demais doenças respiratórias. Leandro, que é cliente da Razor, afirma que para realizar o projeto necessitava de uma máquina específica para a utilização de alguns softwares de pesquisa. “A máquina da Razor apresenta uma ótima GPU… e uma GPU deste tipo reduz o tempo computacional de dias para horas. Além de contar com um processador veloz, com vários núcleos, o que facilita a paralelização de tarefas”.

Outros depoimentos de empresas clientes comprovam a qualidade do que é fabricado pela Razor, como a Bontempo Ambientes Planejados: “Tivemos uma velocidade de finalização de trabalhos 386% maior em relação ao computador utilizado anteriormente, além de consumo de energia 23% menor”. A Amcel Florestal e Celulose afirma que a empresa teve um ganho de 133% de desempenho, utilizando computadores construídos especialmente para aerofotogrametria (criação de modelos 3D utilizando imagens de drones). 

Onde tudo começou

O nicho de mercado conquistado pelos irmãos Grégory e André começou em março de 2014 como uma despretensiosa assistência, na garagem da casa dos seus pais, evoluindo em pouco tempo para um pequeno espaço de 28 m², na Vila Rodrigues, próximo a IMED em Passo Fundo.

O Grégory, CEO & fundador, que adorava montar e desmontar coisas, especialmente computadores, e era um viciado em games, resolveu fazer disso uma atividade profissional, instalando uma assistência em informática para amigos e conhecidos. Não foi muito longe, porque outras oportunidades surgiram e foram aproveitadas. Em pouco tempo, a assistência se tornou varejo, porque ele começou a montar computadores personalizados para Gamers. Com a ajuda do irmão André, formado em arquitetura e trabalhando em um dos mais importantes escritórios do ramo no município, criou um pequeno e-commerce para vender as máquinas, acreditando que atingiriam, no máximo, municípios próximos. No entanto, passaram a receber encomendas de todo o Brasil. 

A nova mudança de foco da empresa veio quando André sugeriu construir um computador a partir das necessidades do escritório de arquitetura onde trabalhava. Deu certo e a partir daí a empresa que começou como assistência técnica, passou pelo varejo, se transformava em indústria de computadores de alta performance. 

O mercado é o mundo e o negócio que começou com o Grégory, com um faturamento de R$ 30 mil no primeiro ano, praticamente dobrando a cada ano seguinte até chegar em R$ 5 milhões em 2019, tem projeção de fechar em R$ 10 milhões neste ano.

No meio do caminho, a empresa mudou de endereço e ganhou a personalidade visual nos traços do André. Por conta disso, a Razor é um excelente lugar para trabalhar com certificação GPTW - Great Place To Work. A empresa concorre entre as melhores pequenas empresas para se trabalhar no Brasil, com índice de satisfação do pessoal de 97%. A Razor recebe uma média de duas mil oportunidades por mês e vende máquinas que vão de R$ 5 mil a R$ 200 mil, podendo ser ainda de maior valor, dependendo da demanda. 

Desde a mudança de endereço, em 2017, a indústria produziu mais de 2 mil máquinas. Em 2021, a Razor tem como meta fabricar entre 200 a 300 computadores por mês e em 2026 quer chegar a 50 mil máquinas/ano, faturando mais de R$ 200 milhões.

A empresa também se prepara para mudar de endereço. Em 2021, a Razor Computadores ocupará um espaço de 1.300 m², próximo ao Vermelhão da Serra, onde terá sua nova fábrica. Isso possibilitará efetivar a expansão prevista para os próximos anos. 


Antiga sede da empresa


Mentoria de luxo

No ano passado, a Razor Computadores foi uma das 10 empresas selecionadas no Rio Grande do Sul, e a única fora a Região Metropolitana, para participar do Programa Scale-Up da Endeavor. O Scale-Up Endeavor é um programa de aceleração para empreendedoras e empreendedores à frente de negócios com grande potencial de crescimento. 

O Programa Scale Up acontece a nível nacional e prevê uma série de atividades de aceleração, mentoria e workshops, durante 5 meses consecutivos, em 6 estados do Brasil. As empresas participantes têm acesso a uma rede de networking e a um acompanhamento de mentores da própria Endeavor, chamados de “Padrinhos”. André diz que esta foi uma grande oportunidade para qualificação e reafirmação de metas.


Abrindo o capital

A Razor se prepara para abrir o capital da empresa neste mês de outubro, através do ”IPO” digital, em formato de Crowdfungind Equity, modelo que é regulado pela Comissão de Valores Mobiliários CVM. O principal motivo é captar recursos, o que será possível com aportes que variam de R$ 2,5 mil a R$ 500 mil. Um Crowndfunding Equity é um momento especial para a empresa, pois representa uma nova etapa de captação de recursos, que possibilitam à empresa continuar a crescer de forma exponencial. Além disso, conforme o COO André, o mercado de fundos de investimento atualmente é muito focado em modelos inovadores de softwares e serviços de recorrência, deixando pouca margem para outros segmentos “tradicionais”, como a indústria. Caso você tenha interesse em investir na Razor Computadores, basta entrar em contato para saber mais informações.


E mais

A Razor dá assistência técnica aos clientes através de parceiros

A Empresa está no Facebook, Instagram e Youtube

O atual endereço é Rua Paissandú – 2912, Boqueirão

Telefone - (54) 3046-6350

Equipe da Razor

Para ler e essas e outras matérias do caderno Gestão S.A. você pode acessar /jornal-digital/2020-10-16,2809

Gostou? Compartilhe