COPREL: Energia e internet de qualidade fomentam o meio rural da região

Cooperativa atende mais de 70 municípios, dos quais 37 já tem acesso à internet

Por
· 3 min de leitura
Esforços da cooperativa se voltam para garantir um interior cada vez mais conectado (Foto: Divulgação/Coprel)Esforços da cooperativa se voltam para garantir um interior cada vez mais conectado (Foto: Divulgação/Coprel)
Esforços da cooperativa se voltam para garantir um interior cada vez mais conectado (Foto: Divulgação/Coprel)
Você prefere ouvir essa matéria?

Com previsão de fechar o ano faturando R$ 450 milhões, a Coprel e empresas associadas (geração de energia, telecomunicação e distribuição), vai consolidar um crescimento de 28% com serviço de internet e 8,5% na distribuição de energia. A cooperativa atende a 70 municípios da região Norte do Estado e garante energia para 56 mil famílias do interior. Há sete anos também se dedica a levar internet para o meio rural e hoje já atende 37 municípios numa rede instalada de 215 Km de fibra ótica. “É inconcebível o desenvolvimento do agronegócio e manter o homem no campo, especialmente o mais jovem, através da sucessão familiar, sem energia e internet”, disse o presidente da Coprel Jânio Vital Stefanello.

A cooperativa almeja atender aos 70 municípios da sua região com internet por fibra, rádio ou satélite. “A economia passa pelo PIB do agronegócio e a tecnologia é fundamental para isso”, reforça. Segundo Stefanello, a Coprel tem um compromisso histórico de estimular o desenvolvimento regional e levar o desafio de melhorar a renda dos que estão no Interior, além de melhorar a vida das pessoas. 

Neste aspecto, uma das contribuições da Coprel como programa social foi levar rede trifásica para o interior possibilitando que o agricultor investa na instalação de agroindústria, silagem, irrigação e graneleiros, expandindo seus negócios para além da lavoura ou criação de animais. Foram 350 quilômetros de rede trifásica instalada, beneficiando 597 famílias. “Nosso grande propósito é que a infraestrutura no interior seja tão boa quanto a de quem mora na cidade”, disse. Faltava levar a internet, o que a Coprel vem fazendo nos últimos sete anos em parcerias com prefeituras.

Em Passo Fundo, por exemplo, a parceria com o Executivo vai possibilitar que dar acesso a rede em 15 localidades, atendendo mais de mil famílias. 


Reinvenção 

No ano em que a pandemia ainda marca a vida de todos, a palavra de ordem foi a reinvenção também na forma de se comunicar, interagir, tomar decisões coletivas, e principalmente, de estar próximo uns dos outros, mesmo que distantes fisicamente. Desde o início da pandemia, a direção da Coprel se reúne com os conselheiros de administração e fiscal de forma online, para manter a segurança de todos e decidir em conjunto os investimentos da cooperativa, planejando o futuro de forma democrática e participativa. 

A mesma metodologia online foi adotada para a maior reunião anual do Conselho Consultivo, realizada no começo de dezembro, com a participação de mais de 100 conselheiras e conselheiros consultivos das 7 regiões de atuação da Coprel, do vice-presidente Elso Scariot, e do secretário Décio Floss diretamente de suas residências. A reunião foi conduzda pelo presidente, Jânio Stefanello, que apresentou os relatórios.

Na área de distribuição de energia, a Coprel conseguiu baixar a tarifa da conta de luz dos cooperantes, em virtude do leilão promovido no ano passado. Desde setembro deste ano, os cooperantes sentem o benefício da redução, em média, 8,36%. Para o próximo ano, também haverá redução. Ao todo, a redução da tarifa será, em média, de 20% nos dois anos. Dentro do plano de investimentos, a Coprel projeta investir até o final do ano R$ 43.566.044,10, sendo a Subestação Marau 2, o principal investimento da cooperativa em 2020.

Na área de telecomunicações, a Coprel Telecom, que assumiu nova marca comercial em outubro, continua com seu propósito de ampliar sua área de atuação para conectar mais famílias e negócios em 37 municípios. A oferta de telefonia, de internet via fibra ótica, via rádio e via satélite está disponível nos municípios de abrangência da Coprel Energia, tão importante em época de pandemia para estudar, trabalhar e estar conectado à família e amigos. 

Na área de geração, a Coprel direcionou seus investimentos em novos projetos de usinas, e nos empreendimentos que estão na fase final de conclusão de obras, como a CGH Igrejinha, entre Boa Vista do Cadeado e Jóia/RS, e da PCH Forquilha, entre Maximiliano de Almeida e Machadinho/RS. Estes investimentos de intercooperação com cooperativas e empreendedores geram resultados, que são aplicados nos programas sociais como Auxílio Pecúlio, Fundo Mais Energia e projetos de internet rural, essenciais para sustentar o equilíbrio entre o econômico e social da cooperativa. A nova unidade de negócios Coprel Serviços, alocada na Coprel Geração e Desenvolvimento, presta diversos serviços de operação e manutenção de usinas, linhas de transmissão e subestações para cooperantes e clientes externos.

O programa social Auxílio Pecúlio teve melhorias: o valor do benefício foi ampliado no mês de setembro, sem reajuste do valor descontado mensalmente na fatura de energia, que permanece em R$ 1,45. 


Gostou? Compartilhe