Drones auxiliam Polícia Federal a combater crimes eleitorais

Equipe com três policiais estão em Passo Fundo para aumentar a segurança no pleito deste ano

Por
· 1 min de leitura
Foto: LC Schneider/ONFoto: LC Schneider/ON
Foto: LC Schneider/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

A Polícia Federal (PF) está usando drones em todos os estados para auxiliar o trabalho dos policiais na prevenção e repressão a crimes eleitorais. A meta é aumentar a segurança nas eleições deste ano. Em Passo Fundo, equipes com três agentes federais, que também irão passar pela região, utilizam a tecnologia de monitoramento nos colégios eleitorais.

De acordo com a PF, os drones têm tecnologia de ponta e podem se tornar imperceptíveis ao voar em elevada altitude. Esses equipamentos possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entrega de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez. 

As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da Polícia Federal, que estará preparada para monitorar todas as eleições e adotar as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas, segundo informou a Agência Brasil.

Foto: LC Schneider/ON


Operação nacional

Serão utilizados mais de 100 Aeronaves Remotamente Pilotadas, que serão alocadas em municípios, classificados pelo órgão, como estratégicos em todo o território nacional. Segundo a PF, os equipamentos vão sobrevoar as principais zonas eleitorais do Brasil, ajudando na fiscalização e no combate a crimes como boca de urna e transporte ilegal de eleitores, por exemplo.

Gostou? Compartilhe