“Só quem anda pelas vilas mais carentes sabe a verdadeira situação”

Com experiência como líder comunitário do bairro Planaltina durante três mandatos, vereador Ernesto dos Santos (PDT) promete lutar por melhorias nas áreas mais afastadas do Centro de Passo Fundo

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Concorrendo ao cargo de vereador pela primeira vez, o empresário Ernesto dos Santos foi um dos 21 escolhidos para ocupar uma cadeira na Câmara de Vereadores de Passo Fundo no pleito deste ano. O candidato de 58 anos de idade, filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT), conquistou 1.337 votos.

Natural de Campinas do Sul, na trajetória profissional, Ernesto possui experiências ligadas especialmente à área de construção civil, onde atuou como servente de pedreiro, pedreiro e mestre de obras. Atualmente, é responsável por uma construtora e incorporadora, que está no mercado há cerca de trinta anos. A vida política, por outro lado, restringe-se aos três mandatos como líder comunitário no bairro Planaltina.

O candidato eleito conta que o desejo de representar as comunidades foi a principal motivação para colocar seu nome em uma eleição pela primeira vez. “Nunca tinha passado pela minha cabeça a possibilidade de concorrer. Como líder comunitário no meu bairro, a comunidade me convidou muitas vezes. Eu não aceitava porque tenho a minha empresa... Mas foi tanto convite que, nesse ano, acabei aceitando. Eu não estava contente com a situação política do momento e resolvi concorrer para representar melhor a comunidade e ver se é mesmo tão difícil fazer algo [como vereador]”, compartilha.

Ernesto garante ainda que, por estar envolvido com questões comunitárias há tantos anos, conhece a realidade dos bairros mais fragilizados. “Acredito que se eu consegui fazer um bom trabalho comunitário, com certeza, como vereador vou ter mais poder para fazer não apenas para a minha comunidade. Já conheço os bairros de Passo Fundo e só quem anda pelas vilas mais carentes sabe a verdadeira situação. Está um caos, um abandono total, com esgoto correndo a céu aberto, sem condições nenhuma, de calamidade pública mesmo. O centro está bonito, mas em compensação as vilas estão abandonas há anos. Vamos lutar para melhorar”, garante.


Desburocratização

Além de lutar por melhorias nos bairros carentes de Passo Fundo, Ernesto dos Santos conta que pretende propor projetos de reforma nas estradas do interior do município que, segundo ele, estariam abandonadas. Já na construção civil, outra área com a qual possui proximidade, ele promete buscar a desburocratização. “Quero flexibilizar a liberação de obras. Hoje, para conseguir um alvará na prefeitura é uma demora, um atraso para Passo Fundo”, expõe.

Gostou? Compartilhe