Basquete do Bom Conselho repete campanha de 2011

Veja como foi o desempenho dos atletas

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Há praticamente um ano, o Bom Conselho foi campeão no Colégio Anchieta, em Porto Alegre. Tanto que foi o único time da região convidado para 2° Encontro de Basquete Mini Sogipa, ocorrido no sábado, 6, e que reuniu quase 200 competidores. A direção da escola custeou as inscrições e a Associação de Pais e Mestres, o transporte. E os meninos, alguns deles da categoria Pré-Mini (nascidos em 2001), ou seja, jogadores que disputaram bravamente uma categoria acima da sua (2000), meninos entre 10 e 12 anos partiram às quatro da manhã para a capital.

O regulamento falava em jogos de dois períodos, com 10 minutos cada - quando o normal são quatro períodos de dez minutos cada. Foram três jogos no mesmo dia e, mesmo com a mudança nas regras, que prevê também uma tolerância menor para as faltas (quatro, ao invés de cinco), todos voltaram esgotados. Uma alteração nas regras decidiu o resultado do primeiro jogo para equipe do Bom Conselho: empate contra o Sinodal, de São Leopoldo - mas normalmente existe prorrogação para o desempate.

À tarde as coisas foram diferentes: o pelotense São José perdeu de 15x3, e o Projeto Cestinha, de Santa Cruz, de 10x6. O professor de basquete, Gleison Kichel, que acompanhou os alunos, junto com o professor Rafael Veiga Machado, lembra o apoio da direção e da APM, e o empenho dos pais. A maioria não pôde viajar em virtude da distância, mas o professor agradece aos pais do armador Francisco Secco, que fizeram companhia para o filho.

Gleison se surpreendeu com o a vitória sobre o Sinodal, tradicional time de basquete do estado, e com o desempenho do time porque, devido a choques de horário, três jogadores não puderam viajar. O que exigiu mais resistência física dos alas (Arthur Kujawa, Guilherme Gasparetto e William Friport), com uma ausência, e dos armadores, com duas. O educador ainda destacou a evolução de um destes últimos: Gabriel Lau, “um dos melhores da competição”, afirmou, “chegando ao nível dos atletas em evidência do basquete estadual”. E “a eficiência na marcação, dos gêmeos Cadú e Hique, além dos pivôs Eduardo Pedro e Cristiano Rocha”. Todos os atletas receberam medalhas pela participação.

Outras categorias

As categorias Infantil, Mini e Mirim estão esperando pelas finais da Copa San Marino, que acontecem na mesma data das outras categorias, nos dias 6, 9 e 13 de novembro. A Pré-Mini tem ainda duas partidas pela frente, com probabilidade de chegar à final. De todas as categorias que o Colégio Bom Conselho disputa, a única que está fora das finais é Cadete, cujo time era composto por meninos da categoria Infantil (uma categoria abaixo). Os jogos serão no Colégio Menino Jesus, sede da abertura e, portanto, da final.

Gostou? Compartilhe