Grêmio vence o São Paulo de virada e é vice-líder

André Lima e Moreno marcam e garantem vitória

Por
· 3 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Mais de 45 mil pessoas acompanharam a vitória do Grêmio por 2x1, de virada contra o São Paulo, no penúltimo domingo de futebol no Estádio Olímpico Monumental. O São Paulo saiu na frente com um gol de pênalti do goleiro-artilheiro Rogério Ceni. O Grêmio, que foi melhor durante todo o jogo, conseguiu a reação somente na segunda etapa. André Lima empatou em um chute de fora da área e Marcelo Moreno virou, numa cabeçada sem chances para Ceni. Agora o Tricolor Gaúcho é o vice-líder da competição, com 66 pontos e cada vez mais se firma na conquista da vaga na Taça Libertadores de 2013. O São Paulo permanece na quarta colocação, com 59 pontos. O Atlético–MG, que empatou com o Vasco por 1x1 em São Januário, caiu para terceiro, com 65 pontos. O próximo jogo do Grêmio pelo Brasileirão é contra a Portuguesa, domingo, no estádio do Canindé, às 19h30. Antes a equipe joga contra o Millonarios, quinta-feira, 15, às 22h15, na Colômbia, segunda partida pelas quartas de final da Copa Sulamericana. O São Paulo pega o Náutico, domingo, às 17 horas, no Morumbi.

São Paulo na frente

O clássico começou com os dois times procurando o ataque. Era um jogo franco e aberto desde os primeiros minutos, mas nenhuma das equipes conseguia articular bem as jogadas de ataque. A primeira boa defesa de Marcelo Grohe aconteceu aos 18 minutos. A partir daí o Grêmio começou a atacar com mais intensidade. Aos 20, Léo Gago arriscou de fora da área e quase marcou. Aos 27 o Grêmio teve mais uma boa chance de marcar numa falta marcada em cima de Pará.  Zé Roberto cobrou mal, por cima do gol. Logo em seguida, outra falta a favor do Grêmio. Léo Gago bateu, a bola desviou e foi pela linha de fundo. No rebote do escanteio, Marco Antônio bateu por cima. Aos 31, Pará fez novo cruzamento e Moreno cabeceou para fora. O São Paulo já não chegava ao ataque. Anderson Pico cruzou mal e a bola foi direto para fora. Léo Gago recebeu amarelo aos 34, por falta em Douglas. A essa altura do jogo, eram sete finalizações do Tricolor Gaúcho, contra apenas uma do Tricolor Paulista. Aos 36 minutos, Naldo cruzou e Moreno, sozinho, errou a cabeçada. Aos 41, o jovem Saimon, que recebeu mais uma oportunidade no time, errou o passe na frente da área e a bola ficou dominada pelo ataque do São Paulo. Na tentativa de se recupera, Saimon cometeu pênalti em Osvaldo. Rogério Ceni bateu e fez.

Virada

Logo aos 40 segundos de jogo na segunda etapa, o Grêmio foi à frente, na busca do empate. Aos três minutos, depois de grande jogada, Zé Roberto chutou com o pé direito, rente ao poste de Rogério Ceni. O São Paulo respondeu aos seis minutos em um bom ataque, que Marcelo Grohe salvou. No minuto seguinte a bola teria batido na mão de Luiz Fabiano dentro da área do São Paulo. Pênalti duvidoso, não marcado pela arbitragem. Aos nove minutos Pará chutou com perigo por cima do gol. No mesmo minuto Souza saiu para a entrada de André Lima. O São Paulo teve mais uma oportunidade de marcar aos 14 minutos com Jadson. Ele arriscou o chute da esquerda, a bola bateu na trave e saiu. O gol de empate veio aos 15 minutos, com André Lima. Ele recebeu a bola na entrada da área e, livre de marcação, mandou um foguete no canto esquerdo, indefensável para Rogério Ceni. Depois do empate, o Grêmio seguiu pressionando o São Paulo, procurando o gol da vitória. Léo Gago chutou com perigo para fora aos 23 minutos. Aos 25 foi a vez de Zé Roberto arriscar mais uma vez para boa defesa de Ceni. O gol da vitória do Grêmio parecia estar amadurecendo. Depois de uma boa chegada do São Paulo com o apagado Luis Fabiano, aos 33 minutos Moreno chutou para fora. Fernando bateu rente à trave aos 35 e aos 36, depois de cruzamento de Pará, Moreno completou para o gol e Rogério Ceni apenas observou a bola entrar. Agora o Grêmio briga para se manter na segunda posição até o final da competição.

Gostou? Compartilhe