Grêmio estreia com derrota na fase de grupos

O Grêmio decepcionou em sua estreia na fase de grupos da Copa Libertadores e acabou derrotado por 2x1

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Com a equipe recheada de craques, o Grêmio começou mal a fase de grupos da Libertadores, na noite desta quinta-feira, em Porto Alegre. Em plena Arena, o time gaúcho foi derrotado por 2x 1 pelo Huachipato, do Chile.

O Grêmio iniciou com o domínio da bola. Mas os primeiros chutes a gol partiram dos pés do Huachipato. A chuva não esfriou as investidas chilenas. Aos 12 minutos a defesa do Grêmio vacilou e os chilenos quase marcaram. Era o prenúncio do gol que aconteceu aos 16 minutos. Bola trabalhada para a direita de ataque e o cruzamento para Falcone que, com liberdade, chutou: Huachipato 1 x 0.

O time do Grêmio sentiu o gol, ficou nervoso e decepcionava. No ataque as oportunidades foram raras. Enquanto isso o time chileno ficou mais a vontade. E incomodou, teve escanteios, um chute que assustou e ainda um perigoso ataque em velocidade. O fim do primeiro tempo foi um alívio para os gremistas.

No desespero

No intervalo até energia elétrica faltou. A torcida embalou o time na segunda etapa. Mas aos cinco minutos Rodrigues, se antecipou da marcação de Cris, aproveitou o cruzamento e cabeceou: Huachipato 2 a 0.

O Grêmio correu atrás. Pressão e no bate e rebate o chute de Barcos bateu no braço do zagueiro chileno. Pênalti cobrado pelo próprio Pirata que descontou: 2 a 1. Nas jogadas por cima os chilenos estavam na cordilheira e ganhavam todas. O campeão chileno era o time mais eficiente.

Luxemburgo colocou três atacantes, mas o Grêmio não acertava. Entre erros e desacertos do Tricolor, o cronômetro foi andando. O tempo passava e o nervosismo aumentava, multiplicando os erros. Foi assim aos 39, após grande jogada de Zé Roberto, quando Welliton conseguiu o impossível e a bola foi para fora. A torcida se irritava com algumas marcações da arbitragem, e o Grêmio tentou até o último segundo, mas não conseguiu o gol de empate. Enquanto isso o discreto time chileno jogou bem e venceu.

 Grêmio 1 x 2 Huachipato

Grêmio: Marcelo Grohe; Pará, Cris, Saimon e André Santos (Marco Antônio); Adriano (Marcelo Moreno), Souza, Elano e Zé Roberto; Vargas (Welliton) e Barcos. Técnico:  Vanderlei Luxemburgo.

Huachipato: Nery Veloso; Contreras, Muñoz Camilo, Labrín e Crovetto; Yedro, Sandoval, Arrue (Aceval) e Felipe Reynero (Nuñes); Falcone (Gonzales) e Braian Rodriguez. Técnico: Jorge Pellicer.

Gols: Falcone (16min 1º), Rodrigues (5min 2º) e Barcos (9min 2º)

Arbitragem: Diego Abal, com Hernan Maidana e Juan Belatti (ARG)

Cartões: Amarelos para Saimon (G); Crovetto, Rodríguez e Contreras (H)

Gostou? Compartilhe