A construção de Antônio Freitas

Tijolo com tijolo e a equipe vai tomando forma

Por
· 1 min de leitura
Antônio Freitas: ?EURoepodemos extrair o máximo?EUR?Antônio Freitas: ?EURoepodemos extrair o máximo?EUR?
Antônio Freitas: ?EURoepodemos extrair o máximo?EUR?
Você prefere ouvir essa matéria?

“O foco é total. Nós da comissão técnica e o vice Moisés estamos aqui no estádio, praticamente, das 8 da manhã até às 10 noite”. Com essas palavras, o técnico Antônio Freitas deixa claro que o trabalho é bastante puxado no Esporte Clube Passo Fundo. Não apenas nos bastidores, pois também no gramado a turma tem que suar a camiseta. Desde a apresentação, em 7 de janeiro, prevaleceram os trabalhos em dois turnos. Isso é normal para a fase inicial de uma pré-temporada. Domingo, em amistoso no Vermelhão da Serra, o time venceu o Águas Claras por 3 x 0. Mas na terça-feira, após um trabalho matinal, à tarde foi dedicada às atividades táticas. Após rápida passagem pelo departamento médico, o lateral Mikael, o volante Gean Carlo e o atacante Jil Bahia foram preservados em algumas atividades.

 

Ampliando a observação
Antônio Freitas destaca que a carga forte de trabalho é normal nesta fase. Mas busca uma evolução do primeiro para o segundo teste. Será no próximo domingo, 27, no Vermelhão, desta vez diante do Guarani de Venâncio Aires. “Durante esta semana vamos ajustar as necessidades que foram observadas, organizando e melhorando o momento tático coletivo”. E, visando ampliar o leque deste ensaio coletivo, o técnico já optou por uma nova formação para iniciar o jogo de domingo. “Vamos com outra escalação, fazendo algumas mudanças para podermos observar mais. Até porque, não temos titulares e reservas”. Antônio entende que o teste foi proveitoso, pois deixou bem clara uma ideia sobre o movimento de jogo proposto.

 

Evolução constante
O importante é a evolução, explica o treinador. “Aos poucos vamos organizando a equipe e a cada dia buscamos a evolução. Os jogadores estão se conhecendo, muitos vieram de São Paulo ou do Nordeste. É uma construção e isso não se faz em uma semana”. Porém, como a torcida pode acompanhar no teste de domingo, já há um bom esboço de como será o time na Divisão de Acesso. E Freitas, claro, sabe disso. “Estamos no caminho certo, o grupo tem potencial e poderemos extrair o máximo, para obter durante a competição um desempenho à altura”. Um indicativo que justifica essa avaliação do técnico é o bom clima que reina no vestiário. “Existe uma competição sadia entre eles”, disse com entusiasmo.

Gostou? Compartilhe