Gaúcho joga pelas quartas de final da Segundona

Primeiro jogo com a Sapucaiense é em Sapucaia do Sul

Por
· 1 min de leitura
Grupo completo para o jogo em SapucaiaGrupo completo para o jogo em Sapucaia
Grupo completo para o jogo em Sapucaia
Você prefere ouvir essa matéria?

O Sport Clube Gaúcho inicia a disputa da fase eliminatória do Campeonato Gaúcho da Segunda Divisão. O primeiro desafio será nesta quarta-feira, às 15 horas, em Sapucaia do Sul, pelas quartas de final diante da Sapucaiense. Agora são oito equipes buscando as quatro vagas à semifinal do campeonato. E, depois, surgirão os dois finalistas que estarão automaticamente promovidos à Divisão de Acesso. No ano passado, mesmo com uma campanha invicta, as pretensões foram frustradas por irregularidade na inscrição de um atleta. Assim, é grande a expectativa de que na campanha de 2019 o time chegue à final e o Gaúcho volte à Divisão de Acesso. Além da Segundona Gaúcha, este ano o clube disputou a fase classificatória do Brasileirão Série D. Sem obter a classificação, agora o foco é total na Segunda Divisão.

 

Grupo completo
O primeiro desafio da fase eliminatória será no Estádio Arthur Mesquita Dias, em Sapucaia do Sul, diante da Sapucaiense. O jogo de volta será no próximo domingo, em horário a ser confirmado, na Arena Wolmar Salton BSBIOS. De acordo com o diretor de futebol, Zé Leão, todo elenco estará à disposição do técnico Fabiano Borba. Exceção, é claro, a Moisés que não foi inscrito para a Segundona. A delegação do Gaúcho chegou a Porto Alegre às 14 horas de segunda-feira. Na terça à tarde realizou um treinamento no Estádio Vieirão, em Gravataí.

 

Rádio
A Planalto News transmite com narração de Bem Hur Borges, comentários de Ari Machado e reportagens de Cristian Queiroz. FM 92,1.

 

 

TJD julga posse de arma de fogo e racismo

Os fatos ocorridos em 19 de maio, na Arena, após o jogo entre Gaúcho e Brasil de Farroupilha, agora repercutem no Tribunal de Justiça Desportiva do RS. O procurador-geral, Dr. Alberto Lopes Franco, apresentou denúncia ao Tribunal. O processo é relacionado ao jogador Luiz Carlos, do Brasil, que foi preso em flagrante por posse de arma de fogo. De acordo com o secretário do TJD, Thiago Rios Imperador, o julgamento deverá ocorrer em sessão itinerante, na PUC, no próximo dia 17. Já o episódio sobre racismo contra um atleta do Gaúcho será analisado em outro processo. O presidente do Gaúcho, Augusto Ricardo Ghion Júnior, disse estar “confiante que o TJD e a Federação saberão como agir diante desses casos".

Gostou? Compartilhe