Com gol de Marta, Brasil vence Itália e avança no mundial

Decisiva, Marta define a vitória brasileira sobre as italianas, nesta terça-feira (18), chega a 17 gols em Mundiais e ultrapassa o ex-atacante alemão Klose

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A vitória do Brasil contra a Itália ficará para sempre na memória dos brasileiros pelo recorde individual da jogadora Marta. O gol transformou a atacante brasileira na maior goleadora na história das Copas do Mundo, superando o atacante Miroslav Klose, da seleção alemã. Marta tem agora 17 gols contra 16 do alemão. A seleção brasileira feminina com a vitória sobre a Itália por 1 a 0está na próxima fase da Copa do Mundo na França. O gol brasileiro foi marcado pela atacante Marta em uma cobrança de pênalti sofrido por Debinha, aos 28 minutos do segundo tempo.

 

A melhor jogadora do futebol mundial, eleita pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), deixou o gramado do estádio de Valenciennes, antes do fim da partida, substituída por Luana. Ao chegar ao banco de reservas, Marta foi abraçada pelas companheiras e por integrantes da comissão técnica.

 

Do banco, a camisa 10 incentivava as colegas em campo até que a árbitra encerrasse a partida, com a vitória das brasileiras. Em entrevista ainda no gramado, Marta dedicava o recorde de maior goleadora de mundiais às mulheres. “Eu dedico isso às mulheres. A gente representa todas elas”, disse.

 

Ao analisar a partida contra as italianas, a atacante afirmou que foi um jogo duríssimo e que agora é pensar no próximo adversário. “Sabemos que será uma pedreira. Mas não temos como escolher adversário”.

 

O jogo

Em ritmo intenso, a Seleção Brasileira tentou controlar as ações. Com as linhas avançadas, o Brasil chegou a pressionar a saída de bola e sondar a área das adversárias, mas foi a Itália que criou primeira grande chance. Aos quatro minutos, Bárbara se esticou toda e espalmou o chute rasteiro de Bonansea. A Seleção manteve a postura ofensiva e emplacou uma blitz com uma sequência de quatro escanteios consecutivos aos 16 minutos. Na primeira cobrança de Marta, Debinha antecipou a marcação, emendou de letra e por pouco não surpreendeu a goleira Giuliani, que pegou no susto. Com maior volume de jogo, o Brasil continuou em cima e chegou ao gol da vitória aos 28 minutos do 2º tempo. Após Debinha ser derrubada na área, Marta mostrou categoria para definir a partida e entrar para a história dos Mundiais ao alcançar a marca de 17 gols na competição.

Gostou? Compartilhe