RECOME??O NO CAPINGUÍ: Homenagens e emoção na volta às quadras

Amistoso do Passo Fundo Futsal teve uma noite dedicada a Radaelli

Por
· 2 min de leitura
Familiares de Radelli foram homenageadosFamiliares de Radelli foram homenageados
Familiares de Radelli foram homenageados
Você prefere ouvir essa matéria?

Foi muita emoção. E não poderia ser diferente o reencontro do Passo Fundo Futsal / Fasurgs / Valtra Razera com a sua torcida. Depois de 38 dias, a equipe voltou às quadras, em jogo amistoso com o Pato Futsal, o atual campeão da Liga Nacional de Futsal e da Taça Brasil. Foi o primeiro jogo após a tragédia de 14 de julho, em Itaqui, quando um acidente com o ônibus que transportava a equipe teve como vítima fatal o atleta Radaelli. Na noite de terça-feira, 20, o Ginásio Capinguí estava lotado. Os torcedores marcaram presença e transmitiram muito carinho em momento tão importante. Para dar sequência ao seu projeto, o elenco do PFF foi reforçado por novas contratações. Nas últimas semanas também foi desenvolvido um intenso trabalho psicológico com o grupo, preparando os atletas para o recomeço.

 

A Família Radaelli
Antecedendo a partida amistosa, o Capinguí foi pura emoção com várias homenagens. O Passo Fundo Futsal, a Liga Gaúcha e a Torcida Força Jovem receberam os familiares de Pablo Yago Radaelli. Estavam no ginásio a mãe Márcia, o pai Marcos, a irmã Pâmela e a namorada Luciana Schäfer. O técnico Juninho, o capitão Farinha e o presidente da Liga Gaúcha de Futsal, Nelson Bavier, foram os responsáveis pela entrega à família do atleta das últimas camisas que foram por ele utilizadas. Além da camisa do PFF, também foi entregue a da Seleção Gaúcha, que Radaelli vestiu Campeonato Brasileiro de Seleções de Liga.

 

#93
O Passo Fundo Futsal eternizou o número 93, que não será mais utilizado em homenagem a Radaelli. O clube também agradeceu ao Pato Futsal pelo ato de solidariedade neste momento de grande dificuldade. Durante o jogo amistoso, a equipe de Pato Branco-PR utilizou o escudo do PFF e o nome de Radaelli nas costas das camisas de todos os atletas.

 

Empate em 2 x 2
No mesmo quilate das homenagens, a partida amistosa teve futsal de alta qualidade. Foi um empate em 2 a 2, com muita qualidade técnica e intensidade. A emoção também rondou o placar, com um gol marcado no último segundo pelo Passo Fundo Futsal. Assim, o retorno às quadras teve um empate frente ao atual campeão nacional. Os gols foram marcados por Augusto Limberger e Felipinho pelo Pato, e Ceccatto e Matheus Gaúcho pelo PFF.

 

Avaliação
O pivô Matheus Gaúcho, autor do gol de empate no último segundo da partida, fez uma avaliação muito positiva do amistoso para a sequência da temporada. “Fizemos um bom jogo contra uma equipe muito grande, que é a atual campeã nacional, disputando a ponta da Liga Nacional. Mostramos a nossa força, desse grupo que não desiste nunca. Era um jogo amistoso, mas teve muitas jogadas, lances importantes para nós”, afirmou. Já Ceccatto celebrou ter marcado no retorno do PFF e agradeceu as homenagens ao antigo companheiro de equipe. “Fui feliz em marcar com essa oportunidade e ajudar a nossa equipe nesse retorno. Mas o mais importante foi essa festa linda e merecida, com todas as homenagens, ao Radaelli, porque ele e sua família merecem”, disse ao final da partida.

 

Liga Gaúcha
O Passo Fundo Futsal retornará às quadras para um jogo oficial na próxima terça-feira, 27, em mais uma noite atuando em casa. A partida será no Ginásio Capinguí, às 19h15, diante do Atlântico de Erechim, válida pela Liga Gaúcha. Mesmo sem atuar desde 13 de julho, o PFF permanece no topo da tabela da Liga Gaúcha. Mesmo com três jogos atrasados, o time passo-fundense é o 4º colocado na competição com 13 pontos.

 

Gostou? Compartilhe