França vence Peru e está classificada antecipadamente

Derrota por 1 a 0 elimina os peruanos da Copa

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A França venceu o Peru por 1 a 0 e é mais uma seleção classificada antecipadamente para as oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. A vitória dá tranquilidade ao time comandado por Didier Deschamps que, se ainda não mostrou um futebol empolgante, tem feito seus resultados. Hoje, contra o Peru, soube se defender na hora que precisou.

 

O Peru, de Guerrero e Cueva, mostrou vontade, garra e valentia. Mas criou poucas chances de tirar o zero do placar e está eliminada sem ter marcado nenhum gol. Em um campeonato de “tiro curto” como é a Copa do Mundo, o pênalti perdido por Cueva na primeira partida contra a Dinamarca, quando o placar ainda estava 0 x 0, pesou.

 

O jogo

O Peru começou bem a partida, mostrando que queria jogar de igual para igual com a favorita França. Tiveram mais volume de jogo, mas sem chances reais de gol. Depois dos primeiros dez minutos de jogo, porém, os franceses passaram a encontrar o caminho do ataque. Tiveram boas oportunidades aos 11 minutos, com Pogba; aos 13 e aos 15 minutos com Griezmann.

 

O gol francês veio aos 33 minutos, logo após Lloris salvar lá atrás. Dois minutos após boa defesa do camisa 1 com os pés em um chute de Guerrero, a França foi ao ataque. Giroud bateu para o gol, a bola desviou em Rodríguez e tirou o goleiro da jogada. Assim, foi fácil para Mbappé tocar para as redes e abrir o placar.

 

Segundo tempo

No início do segundo tempo, Aquino recebeu e, de fora da área, pegou muito bem na bola, que explodiu na trave de Lloris. O Peru voltou a atacar mais e a trocar passes de um lado para o outro, buscando uma brecha na defesa francesa, que não aparecia.

 

Aos 35 minutos, o VAR – o árbitro de vídeo – entrou em ação, de forma discreta mas importante. Em uma jogada de contra-ataque da França, Aquino fez falta em Fekir, mas o juiz deu cartão amarelo para Flores, que estava próximo do lance. Curiosamente, o atacante peruano ficou contrariado, mas mostrou pouca indignação com a injustiça. Avisado pelos árbitros na central de vídeo, o árbitro de campo, Mohammed Abdulla, anulou o cartão de Flores e deu o cartão a Aquino.

 

Com pouca criatividade para furar a defesa francesa, os peruanos viram o tempo se esgotar e não conseguiram empatar o jogo. Nos últimos minutos, a França ainda conseguiu reter a bola nos pés, segurando o jogo até o apito final.

 

Aos atletas peruanos, bem como a sua torcida, restou chorar a eliminação da Copa. Sem chances de se classificar, o time sul-americano ainda enfrentará a Austrália pela última rodada da primeira fase.

 

Os Franceses, já classificados, enfrentam a Dinamarca, que ainda luta pela vaga.

Gostou? Compartilhe