Proibido de comparecer à Arena por passar a mão em torcedora

Torcedores deverá se apresentar à Polícia em Passo Fundo nos próximos jogos

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Um torcedor do Grêmio deverá se apresentar em uma delegacia de polícia de Passo Fundo durante os próximos 12 jogos do clube por passar a mão nas nádegas de uma mulher, ato enquadrado como importunação ofensiva ao pudor. A decisão é do Juizado do Torcedor e Grandes Eventos (JTGE) durante o plantão em 1º de maio à noite, na Arena. Outras cinco ocorrências também foram recebidas na unidade jurisdicional enquanto jogavam Grêmio e Cerro Porteño pela Copa Libertadores da América. Mais de 44 mil pessoas estiveram no estádio. Todas as audiências foram presididas pelo Juiz-Titular do JTGE, Marco Aurélio Martins Xavier.

 

Outros
Em caso envolvendo três torcedores que ingressaram nas arquibancadas sem ingresso, um deles aceitou transação penal de proibição de ir a campo por 10 jogos, com presença em delegacia. Sem que se pudesse apurar os antecedentes dos demais, uma solução foi adiada para audiência em 6/6. Em registro de violência, um torcedor foi flagrado por policiais jogando objeto (que não foi identificado) contra ônibus de apoiadores do time paraguaio. Na abordagem, teria resistido. O acusado pegou quatro jogos de suspensão dos estádios. Outro homem foi punido com oito jogos, também por desacato e resistência.  As penas exigem apresentação em delegacia. Ainda houve duas ocorrências por posse de entorpecentes (maconha e cocaína), resultando em transação penal para os dois envolvidos prevendo comparecimento a oito sessões de ajuda a narcóticos e afastamento de dois jogos do tricolor.

Gostou? Compartilhe