Gaúcho é eliminado nos pênaltis para o Guarany

Após repetir placar do primeiro jogo, Alviverde desperdiçou três das cinco cobranças

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A torcida do Gaúcho terá de esperar pelo menos mais um ano para ver o Gaúcho na Divisão de Acesso. A equipe foi eliminada nos pênaltis para o Guarany de Bagé, neste domingo (30), no estádio Estrela D´Alva. Após o empate em 1 a 1 no tempo regulamentar, os donos da casa garantiram presença na final com uma vitória de 3 a 2 na cobrança de pênaltis. O Guarany nem precisou realizar a quinta cobrança. Na decisão da outra vaga, o Brasil de Farroupilha venceu o Santo Ângelo por 2 a 1.

Após o empate em 1 a 1 no primeiro jogo da semifinal, na Arena BSBIOS, o Gaúcho foi para Bagé com a missão de fazer pelo menos um gol para levar a decisão para os pênaltis. Foi exatamente o que aconteceu. A exemplo do primeiro confronto, o Guarany largou na frente. Aos 17 min da etapa inicial, uma bola chutada para dentro da área, bateu no braço do jogador do Gaúcho e o árbitro Leandro Vuaden marcou pênalti. Rafinha bateu no canto direito, e abriu o placar.


A equipe do técnico Fabiano Borba não se abalou com o gol e por muito pouco não conseguiu igualar o marcador. Aos 22 min, Eric bateu forte rasteiro no canto esquerdo, mas o goleiro Eder fez grande defesa.


O Gaúcho chegou ao gol de empate, também a partir de um penalti assinalado por Vuaden. Aos 33 min, num levantamento para área, o zagueiro Itamar subiu e tocou com a mão na bola. Na cobrança, Adilson bateu no canto esquerdo e deixou tudo igual.


Sabendo da vantagem do gol qualificado, o Gaúcho tentou pressionar na segunda etapa para ampliar. Dimitry teve pelo menos duas oportunidades, mas não conseguiu concluir com qualidade. Precavido, o Guarany tratou de se defender e não arriscou muito no ataque. Com o empate em 1 a 1 a decisão ficou para os pênaltis.


Das cinco cobranças, o Gaúcho conseguiu marcar apenas dois gols: Adilson e Lucão. Dimitry, Dartora e Andrews desperdiçaram. O Goleiro Willian Lago ainda defendeu uma das cobranças. Com a vantagem, o Guarany não precisou bater o último pênalti.


'É uma frustração muito grande. Uma tristeza. Pedimos desculpas para a direção e torcida, mas não faltou empenho e dedicação", disse o técnico Fabiano Borba, logo após a desclassificação.

 

 

Gostou? Compartilhe