PFF é eliminada nos pênaltis da Copa dos Pampas

Com atuação impecável da defesa, principalmente do goleiro ?,ngelo o PFF segurou o placar até a metade do segundo tempo, quando Kike aproveitou a chance dentro da área para empatar

Por
· 1 min de leitura
Crédito:

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A decisão da vaga na Grande Final da Copa dos Pampas teve diversos ingredientes de uma decisão, incluindo prejuízos causados pela arbitragem (Peter Maia e Henrique Piletti) e falta de respeito do torcedor local. Na obrigação de vencer, o Guarany partiu para a pressão, mas foi o Passo Fundo Futsal / Fasurgs / Valtra Razera que largou na frente, com gol de Radaeli. Ainda na primeira etapa a arbitragem expulsou de quadra Rafinha pelo lado do PFF e Buguinha do Guarany, que apenas se empurraram em um lance na lateral da quadra, sem necessidade do cartão vermelho.

 

Com atuação impecável da defesa, principalmente do goleiro Ângelo o PFF segurou o placar até a metade do segundo tempo, quando Kike aproveitou a chance dentro da área para empatar. O placar ainda servia para o time de Passo Fundo, mas um minuto depois veio a virada com Douglas Beiço. A arbitragem que já havia aplicado um cartão amarelo questionável para o capitão Farinha, mostrou o segundo cartão para o jogador que foi expulso de quadra, quando faltavam pouco mais de dois minutos para terminar o jogo, impedindo a reação do Passo Fundo Futsal.

 

O jogo chegou a ficar parado por alguns minutos, depois que a torcida organizada do Guarany se posicionou bem ao lado da divisão de torcidas e além de provocar os torcedores de Passo Fundo ainda arremessou líquidos e utilizava buzinas, o que é proibido pelo regulamento. O jogo só foi reiniciado depois da mudança de local dos torcedores.

 

Na prorrogação, nada de gols e a decisão foi para os pênaltis. Depois de 16 cobranças Romarinho desperdiçou e o Guarany venceu o duelo, classificando para enfrentar a Uruguaianense na final. O PFF agora se prepara para a disputa do principal campeonato do ano, a Liga Gaúcha 1, que está marcada para iniciar na primeira quinzena de junho.

Gostou? Compartilhe