Passo Fundo Futsal retorna aos treinamentos

Protocolos, testes, distanciamento e grupos separados nos primeiros trabalhos

Por
· 1 min de leitura
 Testes: Fernando Matzenbacher e Matheus Gaúcho (Foto - Matheus Moraes/ PFF) Testes: Fernando Matzenbacher e Matheus Gaúcho (Foto - Matheus Moraes/ PFF)
Testes: Fernando Matzenbacher e Matheus Gaúcho (Foto - Matheus Moraes/ PFF)

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Após quase cinco meses, o grupo profissional do Passo Fundo Futsal retornou às atividades na segunda-feira, 10, ao ginásio Capinguí com protocolo de segurança para atletas e comissão técnica. Todos passaram por aferição de temperatura e testes rápidos, além do preenchimento de um formulário. Sob a supervisão de um enfermeiro do Hospital São Vicente de Paulo, atletas e comissão técnica negativaram no teste para o Covid-19. O controle de segurança será rígido, com monitoramento da entrada e saída do grupo profissional, além da utilização de máscaras, álcool gel à disposição e distanciamento nos treinamentos. O PFF aguarda pelo início da Liga Gaúcha, com previsão para no fim de agosto. Neste segundo semestre, o clube também disputará a Copa RS, em novembro.

Pequenos grupos

Em grupos pequenos, os atletas iniciaram os treinamentos físicos, que serão reforçados nas primeiras semanas. De acordo com o preparador físico Fernando Matzenbacher, o tempo sem treinos presenciais fez com que os atletas perdessem potência e força. “Vamos focar na força muscular e potência. A parte de capacidade cardiorrespiratória ficará para quando retornar os treinos com bola. Essa diferença nos atletas era esperada, já que foram muitos meses com treinos à distância. Vamos ter uma carga física mais forte neste início, um trabalho com cuidado para evitar lesões. Numa pré-temporada, os atletas já iniciam com bola. Agora a ideia é esperar eles recuperarem sua força primeiro”, explica Matzenbacher.

Gostou? Compartilhe