Morre Eloi Taschetto

Patrono do E.C. Passo Fundo estava com 86 anos

Por
· 2 min de leitura
Eloi Selésio Taschetto foi o primeiro presidente do ECPFEloi Selésio Taschetto foi o primeiro presidente do ECPF
Eloi Selésio Taschetto foi o primeiro presidente do ECPF

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Morreu, aos 86 anos, na manhã de terça-feira, 15/09, Eloi Selésio Taschetto. Recentemente, ele passou por cirurgia numa artéria para sanar um problema de visão. Retornou para casa, mas já com um quadro de saúde delicado e a visão bastante afetada. Há mais de uma semana, foi internado novamente com problema vascular cerebral e morreu às 10h30 de terça-feira. Natural de Cachoeira do Sul, Taschetto nasceu em 29 de novembro de 1933 e veio para Passo Fundo com 26 anos de idade, dando início ao seu trabalho na agricultura e, posteriormente, no comércio de cereais. Com intensa participação na vida comunitária, ele presidiu clubes e entidades, além de participar diretamente da política municipal. O corpo de Elói Taschetto foi velado e cremado no Memorial Vera Cruz. Ele deixou a esposa Terezinha, os filhos Maria Teresa, Ana Rita e Marcos, além dos netos Lina, Luiz e Dora. "Com muito pesar, desejamos força à família e reconhecemos a importância de tudo que Taschetto fez por Passo Fundo e sua comunidade", disse o prefeito Luciano Azevedo.


O benemérito

Muito antes do futebol e da política, Elói Taschetto marcou pela sua atuação junto à Comunidade da Santa Terezinha, onde residia. Seu amigo desde 1970, Alberto Poltronieri lembra que ele foi um dos que fundou o clube daquela comunidade. “Primeiro com a construção do salão paroquial e depois o Centro Social Santa Terezinha (mais tarde Campestre TC e hoje Caixeiral-Campestre). “Ele ajudava as igrejas católica e evangélicas. Um homem benemérito, pois bastava bater à sua porta que ele fazia a doação. Ainda esses dias, o padre falou para ele que tinha que restaurar a pintura da padroeira (Santa Terezinha). Era quatro mil e quinhentos. Puxou o talão e preencheu o cheque na hora”, contou


O candidato

Taschetto também teve participação na política e disputou por duas vezes o cargo de prefeito de Passo Fundo pelo PDS. Em 1988, concorreu tendo Élcio Menegaz como candidato a vice obtendo a segunda colocação. Depois, em 1992, ficou em terceiro lugar. “Taschetto sempre foi um homem simples, nem mesmo como candidato ele mudou. Na campanha, quando vinham abraçá-lo, não tinha lero-lero, pois sabia o que era verdadeiro. Ele era simples e sincero, sempre a cavalo da verdade”, conta o amigo Poltronieri, então seu candidato a vice-prefeito.


O patrono

O nome de Taschetto, no entanto, está gravado na história do Esporte Clube Passo Fundo, pois teve participação fundamental na sua criação, em 10 de janeiro de 1986. Foi em reunião entre representantes do 14 de Julho e do Gaúcho, na Câmara de Vereadores, de onde saiu como o primeiro presidente do EC Passo Fundo. O novo time da cidade entrou em campo nos dias seguintes para, ao final do ano, erguer a taça de campeão da Segunda Divisão, hoje Divisão de Acesso. Depois, Elói Taschetto foi aclamado patrono do Passo Fundo. Nos 34 anos de existência do clube, várias vezes ele foi reconduzido à presidência. De acordo com Alberto Poltronieri, presidente do Conselho do ECPF, “Taschetto foi o pai do 14 e do Passo Fundo, um home que nunca deixou o clube quebrar”. Aliás, tudo ou quase tudo que acontecia no Vermelhão da Serra passava pelo crivo do patrono. “Ele me ajudou muito. Passo Fundo perde um grande desportista”, disse o ex-presidente Selvino Ferrão. “Todos os presidentes tiveram o apoio do patrono. Na hora da dificuldade todos corriam até ele. Tudo passava pelo patrono. Agora vai fazer muita falta e o Passo Fundo já não será mais o mesmo”, completou emocionado Ferrão.


Gostou? Compartilhe